Tanhaçu: Família precisa de ajuda para criança que após tomar medicação não fala, não anda e não enxerga

18 Set 2019 - 00:00h

Uma criança de 7 anos está internada no Hospital Professor Magalhães Neto, em Brumado, após ter dado alergia a um medicamento. Em entrevista ao site Achei Sudoeste, o pai da criança, Edilson Costa Rocha, disse que a família não tem condições de pagar um tratamento particular para a filha. “Mandaram levar pra São Paulo. Ela foi comigo andando, falando, enxergando. Chegando lá, ela tomou um remédio e deu alergia. Ficou quatro meses dentro de um hospital e mandaram de volta pra Bahia pra fazer o tratamento aqui. A gente não tem condições”, relatou. Hoje, depois de uma série de complicações causadas pela medicação, a criança não fala, não anda, não enxerga e precisa ser acompanhada por um neurologista. A família mora na comunidade rural de Várzea da Pedra, no município de Tanhaçu, mas o pai teve de largar tudo para cuidar da filha. Há quase um mês, ele se encontra na unidade de saúde em Brumado. Segundo Edilson, a criança deu entrada no hospital em razão de estar com a imunidade muito baixa, precisando de cuidados especiais constantemente. “Sou um pai de família e não trabalho mais, então a gente precisa de tudo”, relatou, pedindo ajuda da comunidade. 

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

mais notícias