Aracatu: Concursados a professores acionam judiciário para agilizar processo de convocação

11 Out 2021 - 00:00h

Na última sexta-feira (08), os concursados aprovados no Concurso Público nº 01/2019, realizado pela prefeitura municipal de Aracatu, fizeram uma manifestação em frente ao Fórum Leonor da Silva Abreu, em Brumado. No local, os professores também protocolaram uma ação pedindo agilidade no processo que busca resguardar o direito de assumirem as vagas. Em entrevista ao site Achei Sudoeste, uma das concursadas, Juliana Ribeiro, disse que, desde 2020, os candidatos estão lutando por suas nomeações. “Chegamos a ser convocados no final de 2020, mas, logo em seguida, com a mudança de gestão, fomos exonerados. É uma briga política entre a oposição e a atual gestão. Estamos no meio desse fogo cruzado. Somos os únicos prejudicados”, criticou. No total, 69 professores aprovados no certame aguardam a convocação. Hoje, segundo Ribeiro, a prefeitura mantém um quadro de 94 professores contratados. “Estão retirando os nossos direitos”, completou. Também aprovada no concurso, Vivian de Souza relatou que é prática em Aracatu esse tipo de revogação em razão de disputa política. “Ela [a atual gestora] quer colocar o curral eleitoral dela pra trabalhar. Não chamou os concursados, mas chamou os contratados. Ela ganhou prometendo empregos, então tem que dar esses empregos. Infelizmente, toda cidade pequena sofre com isso”, opinou.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.


Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Achei Sudoeste. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Deixar comentário

Comentário