Presidente da Câmara de Brumado registra boletim de ocorrência após ser vítima de fake news

15 Out 2021 - 16:00h

A presidente da Câmara Municipal de Brumado, vereadora Verimar Dias da Silva Meira (PT), passou mal durante a sessão legislativa da última quarta-feira (13) após uma publicação nas redes sociais apontar um caso amoroso entre a presidente e um assessor parlamentar nomeado secretário geral do legislativo (veja aqui). Em nota enviada ao site Achei Sudoeste, a parlamentar disse que foi vítima do machismo estrutural por ocupar o maior cargo na Casa Legislativa do município. Para ela, a publicação que circulou em grupos de mensagens teve apenas o objetivo de difamá-la. Contra a ação criminosa, Verimar registrou um Boletim de Ocorrência na Delegacia Territorial de Brumado, bem como recebeu em seu gabinete a comandante da 34ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), a Major Leila Silva, que destacou o compromisso da PM em combater crimes virtuais no município. “Oriunda da luta no campo, em defesa da agricultura familiar e educação, e especialmente, pela igualdade de direitos da mulher, Verimar tem sido constantemente atacada por pessoas que não aceitam a vereadores na Presidência da Casa Legislativa. O que aconteceu com a presidente da Câmara de Vereadores de Brumado é mais um exemplo de como a sociedade está longe de superar o machismo e a exclusão de gênero nos espaços de poder ainda é uma triste realidade”, escreveu, na nota. Por fim, Meira ainda rebateu que a sua trajetória política não foi levada em consideração por seus opositores e críticos, que a consideram incapaz para o pleito apenas por ser mulher.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.


Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Achei Sudoeste. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias