Guanambi: Bandido que matou lavrador com 17 facadas morre em confronto com a polícia

23 Set 2013 - 10:00h

Acusado de matar o lavrador Rubenício Jesuíno de Lima, 36 anos, com 17 facadas no último sábado (21), em Guanambi, no sudoeste baiano, Maikon Costa de Queiróz, 26 anos, foi morto durante confronto com a polícia. Após o crime, a polícia civil, liderada pelo delegado Rhudson Barcelos, iniciou intensas investigações chegando à informação de que o acusado poderia estar escondido na casa de sua mãe, localizada no Bairro Sossego. Ao chegar ao local, a polícia cercou a residência e pediu que Maikon se rendesse. Sem resposta, os policiais invadiram a casa, mas o acusado havia fugido para a residência vizinha. Segundo o repórter policial Radiola, a polícia que foi recebida a tiros, revidou e Maikon foi baleado. O homem chegou a ser socorrido, mas morreu na unidade de atendimento do Hospital Regional de Guanambi. O comparsa de Maikon no crime, Alessandro Santana dos Santos, 30 anos, vulgo Timba, foi preso. Geovane Gomes de Jesus, vulgo Juveni, terceiro elemento envolvido no caso, está foragido.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.


Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Achei Sudoeste. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias