“Faltou organização e planejamento da Liga Brumadense de Futebol”, diz Acácia Gondim

28 Out 2013 - 17:00h

Depois de ter sido criticada pelo presidente da Liga Brumadense de Futebol (LBF) Emanuel Araújo Lima por causa da eliminação da seleção de Brumado do Campeonato Intermunicipal de Futebol, a secretária municipal de Educação, Esporte, Cultura e Lazer, Acácia Gondim decidiu responder às afirmações. Na manhã desta segunda-feira (28), Gondim concedeu entrevista ao site Brumado Notícias e declarou que o presidente da LBF deveria ter organizado e planejado melhor a participação brumadense na competição. “Ele precisa dialogar mais com a prefeitura, com mais antecedência. Eu acredito que ele como pessoa pública saiba como se trabalha com recursos públicos, é preciso planejamento, e ele entrou no campeonato sem planejar previamente. Se ele tivesse sentado comigo para elaborarmos um plano para o campeonato, nosso apoio teria sido bem maior”, garantiu Acácia. A secretária fez questão de dizer que Emanuel Lima se equivocou ao falar sobre o auxílio da prefeitura de Brumado no intermunicipal. 

“O que ele nos pediu foi cedido, que foi o transporte e os materiais esportivos. Ele solicitou também dinheiro para refeição e não tinha como dar, porque eu não tenho dinheiro na gaveta da secretaria. Para a prefeitura liberar verba é preciso fazer todo um processo, que passa pela aprovação da administração, e eu não posso corromper a prefeitura dando dinheiro para ser carregado no bolso”, argumentou Gondim, lembrando que tudo em órgão público necessita de licitação. De acordo com a responsável pela pasta do esporte no município, somente depois que as notas são recebidas pela prefeitura é que os gastos com alimentação e diárias de hotel poderiam ser pagos. “Há ainda uma nota de hospedagem pendente, que o setor jurídico está avaliando. Na nota diz que o jogo aconteceu em uma cidade e a hospedagem foi em outra. Então como vamos justificar ao Tribunal de Contas o pagamento de algo assim. Por isso encaminhamos para o setor jurídico”, esclareceu. Acácia deixou ainda um recado para o presidente da LBF: “Dinheiro público a gente não trabalha como acha melhor, mas utiliza de acordo com a lei”.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.


Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Achei Sudoeste. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias