Achei Sudoeste

BUSCA PELA CATEGORIA "Brasil"

14 Mai 2019 - 15:30h

Dono de uma das maiores fortunas do Brasil, o empresário Carlos Wizard Martins, fundador da rede de idiomas Wizard, tem se dedicado a receber e acolher venezuelanos no Brasil. Desde agosto do ano passado, ele e a sua mulher, Vânia, montaram uma base em Boa Vista (RR), onde passam a maior parte da semana.  A ida para Roraima, Estado por onde entram o maior número de moradores do país vizinho, foi uma designação da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, mais conhecida como Igreja mórmon, que o casal frequenta. “A igreja nos indicou, eu e minha mulher, e aceitamos doar nosso tempo, recurso e experiência”, disse o empresário à coluna de Bela Megale. Segundo ele, até o fim de maio, a instituição já terá acolhido 3 mil venezuelanos. Além de tempo, Carlos investe dinheiro na causa. Em dezembro, fretou um avião de 118 lugares para levar os assistidos para outros Estados do Brasil, onde passaram a trabalhar. O empresário também atua como interlocutor junto ao governo federal. Ele integra o comitê da Casa Civil que discute o assunto dos venezuelanos e mantém diálogo com ministros e o próprio presidente Jair Bolsonaro. Nesta semana, virá a Brasília conversar com a ministra Damares Alves sobre o assunto. 

14 Mai 2019 - 11:30h

Pressionado por acidentes registrados na última semana envolvendo patinetes elétricos, o prefeito de São Paulo Bruno Covas (PSDB) anunciou nesta segunda-feira, 13, que vai multar quem andar com o veículo na calçada ou sem capacete nas ruas paulistanas. A penalidade pode variar entre 100 reais e 20.000 reais. A proibição de circulação nas calçadas já era estudada pela gestão municipal. Um decreto será publicado nesta terça-feira, 14, determinando a obrigatoriedade do uso de capacete, a proibição da circulação nas calçadas, a restrição de uso em ciclovias, ciclofaixas, ciclorrotas ou ruas com limite de velocidade de até 40 Km/h, e velocidade máxima do patinete de até 20 quilômetros por hora. De acordo com a Veja, a regulamentação está em discussão na Prefeitura de São Paulo desde janeiro, quando um grupo de trabalho foi criado com onze operadoras de patinetes. As regras foram anunciadas por Covas, no entanto, sem o aval do grupo. O detalhamento das regras, como informações sobre fiscalização, será publicado em até 90 dias. Os veículos começaram a circular em agosto de 2018, quando a Yellow entrou na cidade. Em nota, a Grin e a Yellow informam que vão aguardar a publicação no Diário Oficial do Município de São Paulo das novas regras para as patinetes elétricas na cidade para avaliá-las e se posicionar a respeito.

13 Mai 2019 - 15:30h

O Brasil registra uma queda de 24% nas mortes violentas no primeiro trimestre deste ano em relação ao mesmo período do ano passado. É o que mostra o índice nacional de homicídios criado pelo G1, com base nos dados oficiais dos 26 estados e do Distrito Federal. Isso quer dizer que o país teve 3,2 mil mortes violentas a menos em janeiro, fevereiro e março deste ano em relação a 2018. O número de assassinatos, porém, continua alto. A tendência de queda nos homicídios do país foi antecipada pelo G1 no balanço dos dois primeiros meses do ano, que apresentaram redução de 25% em relação ao mesmo período do ano passado, e no balanço das mortes violentas de 2018, que teve a maior queda dos últimos 11 anos da série histórica do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, com 13%. De acordo com o novo levantamento feito pelos repórteres do G1, houve 10.324 mortes violentas no primeiro trimestre deste ano. Apenas o Paraná não informa os dados deste intervalo de tempo. Já no mesmo período de 2018, houve 13.552 assassinatos — também desconsiderando o Paraná, para que seja feita a comparação.

12 Mai 2019 - 05:30h

Um assalto assustou pacientes e funcionários de uma clínica de hemodiálise, na tarde deste sábado (11), no Centro de Quixadá, no Ceará. Imagens de uma câmera de segurança da clínica mostram o momento em que um suspeito invade o estabelecimento e entra na sala onde dois pacientes estavam sentados nas poltronas e recolhe celulares das vítimas, duas senhoras que vieram de Quixeramobim, para realizar tratamento. De acordo com o G1, a Polícia Civil informou que a ação do suspeito foi rápida e que, apesar de não empunhar a arma de fogo, mantinha uma das mãos na cintura. Durante a ação, ele usava um boné e levava um capacete no braço. Equipes da Força Tática e do Batalhão de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (Raio) realizam diligências para localizar e prender o assaltante.

12 Mai 2019 - 05:25h

A Caixa realizou na noite deste sábado (11) o concurso 2.150 da Mega-Sena, com expectativa de prêmio de R$ 289 milhões. Apenas uma aposta acertou as seis dezenas. A aposta foi feita pela internet, mas a Caixa não divulgou em qual cidade ela foi realizada. As dezenas sorteadas foram: 23 - 24 - 26 - 38 - 42 - 49. A Quina teve 838 acertadores. Cada um vai ganhar R$ 30.450,20. Outras 56.994 pessoas ganharam na Quadra. Neste caso, o prêmio é de R$ 639,59. Este é o maior prêmio entre os concursos regulares da história. O sorteio foi às 20h (horário de Brasília) em São Paulo (SP). De acordo com a Caixa, foram feitas 126,3 milhões de apostas nas lotéricas do país e pela internet. Para o próximo sorteio, a expectativa de prêmio é de R$ 3 milhões.

10 Mai 2019 - 16:30h

A Vale teve prejuízo líquido de 1,642 bilhão de dólares (o equivalente a 6,486 bilhões de reais) no primeiro trimestre deste ano, devido a impactos da tragédia da ruptura da barragem de Brumadinho (MG), em 25 de janeiro. No mesmo trimestre do ano passado, a companhia havia registrado lucro de 1,590 bilhão de dólares (6,281 bilhões de reais). De acordo com a companhia, as questões envolvendo Brumadinho levaram à empresa a apresentar o seu primeiro Ebitda (resultado antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado negativo na história, de 652 milhões de dólares no trimestre. Nos primeiros três meses de 2018, a empresa reportou Ebitda de 3,926 bilhões de dólares. Maior produtora global de minério de ferro, a Vale informou que o impacto financeiro da ruptura da barragem de Brumadinho foi de 4,954 bilhões de dólares, o equivalente a 19,6 bilhões de reais, devido a provisões, volumes perdidos, despesas de paradas, dentre outros. No balanço, a empresa detalhou as provisões: programas e acordos de compensação/remediação (2,423 bilhões de dólares); descomissionamento ou descaracterização de barragens de rejeito (1,855 bilhão de dólares); despesas incorridas diretamente relacionadas a Brumadinho (104 milhões de dólares); volumes perdidos (290 milhões de dólares); despesas de parada (160 milhões de dólares); outros (122 milhões de dólares). A receita operacional líquida, por sua vez, chegou em 8,203 bilhões de dólares no primeiro trimestre deste ano, com queda de 4,6% ante o mesmo intervalo do ano passado. Em relação ao último trimestre de 2018, houve queda de 16,4%. O rompimento da barragem da mina de ferro Córrego do Feijão, em Brumadinho (MG), com capacidade para armazenar mais de 12 milhões de metros cúbicos de rejeitos de mineração, liberou uma onda de lama que atingiu instalações da empresa, mata, comunidades e rios da região, incluindo o importante rio Paraopeba. Foram confirmados, até o momento, 237 mortos, outras 33 pessoas ainda estão desaparecidas.

10 Mai 2019 - 10:30h

Uma mulher morreu de infarto após saber que o filho foi assassinado em frente a casa em que morava, em Itapipoca, na região Norte do Ceará. O crime ocorreu na noite desta quarta-feira (8), no Bairro Boa Vista. Segundo a polícia, dois suspeitos chegaram ao local e atiraram contra o homem. Um deles é adolescente e foi apreendido em flagrante. O outro fugiu. Ao saber da morte, a mãe passou mal e foi levada para o Hospital Municipal de Itapipoca. O titular da Delegacia Regional de Itapipoca confirmou com a unidade de saúde que a mulher morreu na madrugada desta quinta (9). De acordo com o G1, a polícia realiza buscas na região para encontrar o segundo suspeito do homicídio. As investigações do caso estão a cargo da Delegacia Regional de Itapipoca.

10 Mai 2019 - 09:30h

O governo do presidente Jair Bolsonaro vai anunciar nos próximos dias um plano para reduzir o custo da energia no país e, assim, baratear o gás de cozinha e os insumos para a indústria. O projeto, que o ministro da Economia, Paulo Guedes, tem chamado de “choque de energia barata”, prevê ações em três frentes. A Agência Nacional de Petróleo (ANP) deve lançar novas regras regulatórias. O governo quer a privatização de distribuidoras estaduais de gás e, ainda, quebrar o monopólio da Petrobras no setor. Outra ação é facilitar o acesso de empresas concorrentes à rede de gasodutos da estatal e de companhias estaduais de gás. De acordo com o jornal O Globo, o projeto prevê ainda um socorro financeiro aos estados, em troca de apoio à privatização das empresas estaduais de gás. E, também, um acordo com Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) para rever multas aplicadas à Petrobras.

09 Mai 2019 - 16:30h

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu, na tarde desta quarta-feira, na Rodovia Rio-Santos (BR-101), em Paraty, um homem que transportava em um fundo falso de um carro nove fuzis que seriam entregues na comunidade da Rocinha, na Zona Sul do Rio. O detido se dizia “fã” do trabalho da polícia e chegou a tirar selfie com os agentes, antes de ser flagrado com o armamento. Segundo a polícia, o material estava num veículo que transportava material de telefonia. O motorista alegara aos agentes que trabalhava em uma empresa que prestava este tipo de serviço. Os policiais perceberam o nervosismo do suspeito durante a fiscalização e disseram que ele “caiu em contradição algumas vezes”. Eles iniciaram, então, uma varredura no veículo. O homem chegou a dizer que precisava seguir viagem, na tentativa de fazer com que os agentes parassem a vistoria. Logo em seguida, foi encontrado um fundo falso na lataria do automóvel. O compartimento foi aberto com o auxílio de ferramentas. No interior, havia várias peças de armas embaladas em material plástico. Segundo a PRF, o armamento estava desmontado para “facilitar a sua ocultação”. De acordo com o jornal Extra, a PRF informou ainda que havia a informação de que um carro com determinadas características passaria pelo ponto onde a abordagem foi feita e que o material seria entregue na Rocinha. Posteriormente, o suspeito confessou que levaria o armamento a uma comunidade da Zona Sul do Rio, mas não soube precisar qual, acrescentaram os agentes. Os noves fuzis eram do modelo AK-47, calibre 7,62mm. Também foram encontrados carregadores. O motorista foi preso pelo crime de tráfico de armas. O caso foi encaminhado para a Polícia Federal.

09 Mai 2019 - 14:30h

O Brasil ficou de fora da lista dos 25 melhores países para investir, feita pela consultoria empresarial norte-americana A.T. Kearney, pela primeira vez em 21 anos o. O país figurava no ranking desde 1998, quando o levantamento que segue a opinião de investidores estrangeiros começou a ser elaborado. O índice é calculado com base em uma pesquisa feita com 500 executivos seniores das principais corporações do mundo sobre a probabilidade de as empresas entrevistadas investirem diretamente naquele determinado País nos próximos três anos. De acordo com o jornal Estadão, nos últimos três anos, o Brasil já vinha caindo no ranking, ocupando as posições 12ª, 16ª e 25ª – o último lugar entre os escolhidos –, entre 2016, 2017 e 2018, respectivamente. Em 2010 e 2014, o País figurou entre os cinco primeiros colocados da lista.

09 Mai 2019 - 10:30h

O decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro na terça-feira 7 para flexibilizar o porte de armas a vinte categorias no Brasil inclui um artigo que facilita a prática de tiro esportivo por crianças e adolescentes menores de 18 anos de idade. Até agora, esse tipo de atividade era sujeito a autorização judicial, que passa a ser dispensada. De acordo com a Veja, a medida altera o decreto 5.123, de 2004, que regulamentou o Estatuto do Desarmamento, de 2003. Conforme o texto editado pelo governo Bolsonaro, a prática de tiro por menores de idade “será previamente autorizada por um dos seus responsáveis legais, deverá se restringir tão somente aos locais autorizados pelo Comando do Exército e será utilizada arma de fogo da agremiação ou do responsável quando por este estiver acompanhado”. O decreto que vigorava até ontem e foi revogado previa que o tiro esportivo praticado por crianças e adolescentes “deverá ser autorizado judicialmente e deve restringir-se aos locais autorizados pelo Comando do Exército, utilizando arma da agremiação ou do responsável quando por este acompanhado”. O presidente já se declarou abertamente um entusiasta do manuseio de armas por crianças. Durante um ato de sua campanha no fim de agosto de 2018, em Araçatuba (SP), Jair Bolsonaro afirmou que encoraja a prática e que seus filhos Flávio, Carlos e Eduardo Bolsonaro atiraram com munição real desde os 5 anos de idade. No mesmo dia, em Goiânia, ele pegou uma criança no colo, perguntou se ela sabia atirar e a incentivou a fazer o sinal de “arminha” com a mão.

08 Mai 2019 - 13:30h

Um decreto do presidente Jair Bolsonaro publicado nesta quarta-feira (8) facilita o porte de arma para um conjunto de profissões, como advogados, caminhoneiros e políticos eleitos – desde o presidente da República até os vereadores. O direito ao porte é a autorização para transportar a arma fora de casa. O texto foi assinado por Bolsonaro em cerimônia no Palácio do Planalto na terça (7), quando ele citou apenas algumas das categorias que teriam o porte facilitado: caçadores, colecionadores e atiradores – conhecidos como CACs. De acordo com o G1, o Estatuto do Desarmamento prevê que, para obter o direito de porte, é preciso ter 25 anos, comprovar capacidade técnica e psicológica para o uso de arma de fogo, não ter antecedentes criminais nem estar respondendo a inquérito ou a processo criminal e ter residência certa e ocupação lícita. Além disso, é preciso comprovar “efetiva necessidade por exercício de atividade profissional de risco ou de ameaça à sua integridade física”.

08 Mai 2019 - 08:30h

O presidente Jair Bolsonaro (PSL), assinou na terça-feira (7), o decreto que facilita o porte de armas. A medida vale para colecionadores, caçadores e atiradores esportivos, segundo o governo. A ideia do governo é “desburocratização do mercado de armas e munições” e o presidente assegurou que foi até o limite da lei. “O que a lei abriu a oportunidade, nós fomos lá”, afirmou. “Eu sempre falei nas minhas andanças pelo Brasil ao longo dos últimos 4 anos, que a segurança pública começa dentro de casa”, relembrou Bolsonaro. O chefe do Executivo comentou que a decisão foi conjunta: “Quando discutimos aqui, eu, [Sérgio] Moro e o Fernando [Azevedo]. Justiça e Defesa, basicamente. O Onyx [Lorenzoni] entrou meio perdido. Apesar de, por vezes, eu defender o Norte verdadeiro, o Moro o Norte geográfico e o Fernando o Norte magnético, nós fomos para frente nesse decreto”, metaforizou o presidente.

06 Mai 2019 - 11:30h

om problemas de caixa, os Estados vão ser mais uma vez socorridos pelo governo federal. Assim como seus antecessores, o presidente Jair Bolsonaro dará um alívio aos governadores, dessa vez de até 40 bilhões de reais em quatro anos. Batizado pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, de “Plano Mansueto” (em referência ao Secretário do Tesouro, Mansueto Almeida), o programa permitirá aos Estados ter mais crédito para pagar funcionários e fornecedores, entre outras despesas, desde que se comprometam a adotar medidas de ajuste. Na última tentativa de socorro aos Estados, em 2016, a União concedeu descontos de 50 bilhões de reais nas parcelas e alongamento das dívidas com o governo federal. Em troca, os governos estaduais deveriam colocar um limite no crescimento das despesas correntes (sem contar investimentos). Dos 19 Estados que fizeram a renegociação, porém, dez já avisaram que não conseguem cumprir a regra. O novo plano estabelece que os governadores precisarão cumprir as medidas para ter direito à garantia da União na contratação dos empréstimos. Formalmente chamado de Programa de Equilíbrio Fiscal (PEF), o projeto não vai transferir diretamente recursos aos Estados, mas dará sinal verde para que eles possam captar no mercado em condições mais favoráveis, porque os financiamentos terão a garantia do Tesouro. Em caso de calote, a União vai honrar a dívida. De acordo com a Veja, com esse crédito, governadores com dívida baixa, mas com excesso de despesas, vão ter alívio financeiro para pagar funcionários e fornecedores. O programa tem como foco os Estados que têm nota C no ranking do Tesouro que mede o nível de bons pagadores (os melhores recebem nota A). Pelas regras atuais, os Estados com nota C não podem receber garantia do Tesouro em empréstimos bancários e de organismos multilaterais, como o Banco Mundial e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). São eles: Bahia, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Santa Catarina, Sergipe, Tocantins e Distrito Federal.

02 Mai 2019 - 16:30h

A Petrobras informa que finalizou, por meio de sua subsidiária Petrobras America Inc. (PAI), a venda de 100% de suas ações nas empresas que compõem o sistema de refino de Pasadena, nos Estados Unidos, para a empresa Chevron U.S.A. Inc. (Chevron). De acordo com a Veja, o fechamento da transação ocorreu nesta quarta-feira, 1º de maio, com o pagamento pela Chevron para a PAI de US$ 467 milhões (cerca de R$ 1,8 bilhão), sendo US$ 350 milhões pelo valor das ações e US$ 117 milhões de capital de giro, que será ajustado posteriormente para refletir a posição da data do fechamento. “Esta operação está alinhada à otimização do portfólio e à melhoria de alocação do capital da companhia, visando a geração de valor para os nossos acionistas”, afirmou a estatal em fato relevante enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

02 Mai 2019 - 15:30h

O apostador que acertar seis dezenas nesta quinta-feira, 2, pode levar pra casa 125 milhões de reais, maior prêmio do ano da Mega-Sena. O sorteio do concurso 2.147 ocorre às 20h na cidade de São Paulo. Para concorrer à bolada, é necessário fazer as apostas até às 19h em qualquer casa lotérica. O valor da aposta de seis números é de 3,50 reais. Os apostadores também podem fazer o jogo pelo Portal Loterias Online. Clientes da Caixa Econômica Federal também conseguem fazer a aposta pelo internet banking. Os jogos do meio da semana correm normalmente às quartas-feiras. Porém, por conta do feriado de 1º de Maio, o sorteio será feito nesta quinta. O prêmio máximo vai para quem acertar as seis dezenas sorteadas, mas quem faz a quina (cinco números) e a quadra (quatro) também é contemplado. Até o momento, o maior prêmio pago das Loterias CAIXA em 2019 foi do concurso 2.131 da Mega-Sena, de 78,9 milhões de reais, para um apostador de Gravataí. O sortudo levou o prêmio ao fazer uma aposta simples, de 3,50 reais.  Segundo a Caixa Econômica, caso um apostador leve o prêmio de 125 milhões nessa quinta e invista na poupança, receberá cerca de 464 mil reais em rendimentos por mês. O dinheiro também é suficiente para fazer mais de 1.900 viagens pelo mundo a bordo de um cruzeiro cinco estrelas, segundo o banco.

02 Mai 2019 - 14:30h

A Receita Federal reabriu às 8h desta quinta-feira (2) o sistema do Imposto de Renda 2019 para que os contribuintes que não entregaram a declaração dentro do prazo possam fazer o envio e pagar a multa. O programa para o envio da declaração para quem perdeu o prazo é o mesmo. De acordo com o Fisco, até às 23h59 do dia 30 de abril foram entregues 30.677.080 declarações, número acima da expectativa de 30,5 milhões neste ano.

02 Mai 2019 - 09:30h

Um aluno de geografia da Universidade de São Paulo (USP) morreu na última terça-feira 30 dentro do câmpus da Escola Politécnica da USP, no Butantã, Zona Oeste de São Paulo. A Polícia Civil investiga as causas da morte do estudante. Por volta das 15h30 da terça, segundo a polícia, bombeiros encontraram Felipe Varea Leme, de 21 anos, preso no elevador do prédio da administração. Ele estava inconsciente, caído no chão, com um armário sobre seu corpo. O jovem era aluno da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) e trabalhava como monitor na sala de informática da Poli. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), funcionários da universidade já foram ouvidos e as equipes estão em diligências para colher provas que possam auxiliar nas investigações. O caso foi registrado como morte suspeita no 93 DP, do Jaguaré. Em nota, a USP afirmou que a Escola Politécnica (Poli) e a Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH), lamentam profundamente a morte de Felipe. “A direção da Poli ressalta que preza pela adoção das medidas de segurança necessárias para a rotina do trabalho dentro de suas dependências. A escola informa, ainda, que prestará todos os esclarecimentos necessários para a elucidação dos fatos junto às autoridades competentes”, diz a nota. “Neste momento de profunda dor, a Universidade se solidariza com familiares, amigos e toda a comunidade acadêmica. O Escritório de Saúde Mental da Universidade está prestando apoio à família”, completa o comunicado da USP.

01 Mai 2019 - 11:30h

A polícia prendeu nesta segunda-feira (29) um homem suspeito de assassinar o empresário Miguel Ferreira de Oliveira, ganhador de um prêmio de R$ 39 milhões na Mega-Sena, que foi morto a tiros na cidade de Campos Sales, interior do Ceará. O suspeito estava foragido desde fevereiro de 2018 e foi capturado ao retornar para o município, onde estava escondido na casa da mãe. O empresário, conhecido como “milionário da Mega-Sena”, estava em um bar na cidade de Campos Sales, quando um homem se aproximou dele e disparou vários tiros. O crime ocorreu na madrugada do dia 4 de fevereiro de 2018. A vítima foi atingida por três tiros, conforme a Polícia Civil. Miguel Ferreira de Oliveira era ganhador de um prêmio de R$ 39 milhões na Mega-Sena, em um sorteio realizado no ano de 2011.Segundo o delegado Bruno Fonseca, o suspeito identificado como Antônio Pedro dos Santos, conhecido como “Pedão”, de 29 anos, é apontado como o executor do crime. Ao perceber a presença dos policiais na residência onde estava escondido, ele tentou fugir, mas foi capturado. “Em março de 2018 foi representada por mim essa prisão temporária, e deferida. E até então não tínhamos conseguido cumprir esse mandado porque ele estava em Bacabal (Maranhão). Nós entramos em contato com a polícia civil do Maranhão, mas não tivemos o retorno. E agora começamos a receber informações de que ele tinha retornado”, comentou Fonseca ao G1.

01 Mai 2019 - 10:30h

Um marido foi preso na noite dessa segunda-feira (29) por ter jogado uma panela com feijão quente na mulher e no filho dele, de 10 meses, em Primavera do Leste, a 239 km de Cuiabá. Segundo o boletim de ocorrência da Polícia Militar, o suspeito, Antônio Luis Rodrigues da Silva, de 28 anos, agrediu a mulher, de 22 anos, com golpes no rosto e mordidas durante uma discussão. De acordo com a PM, o crime ocorreu na casa da família no Barro Tuiuiú. A vítima disse que o marido chegou agressivo em casa e começou uma discussão. Ele quebrou a porta de vidro da residência com um chute e passou a agredir a mulher. Durante a agressão, o marido ameaçava dizendo que, caso ela chamasse a polícia, ele voltaria e a mataria. Em seguida, Antônio jogou uma panela com feijão em água quente na direção da mulher. A mulher e o filho, de 10 meses, foram atingidos e sofreram queimaduras. A polícia foi chamada por vizinhos e conseguiu prender o marido, que ainda tentou fugir. A mulher tinha ferimentos nos braços, no olho, marcas de mordidas e queimaduras provocadas pela panela nas duas pernas e no abdômen. O bebê tinha queimaduras nas costas e no rosto. A criança e a mãe foram levadas à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Primavera do Leste. O marido foi preso por lesão corporal e levado à Delegacia de Roubos e Furtos (Derf). A Polícia Civil informou que o suspeito foi ouvido e será apresentado à Justiça nesta terça-feira (30). Em interrogatório, ele negou as agressões graves e disse que apenas 'deu um empurrão e ficou nervoso, jogando a panela na vítima'.