Candidatos que faltaram ao Enem geraram prejuízo de R$ 58 milhões

29 Out 2013 - 10:50h

Cerca de 2 milhões de inscritos na edição 2013 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) não compareceram para fazer as provas durante os dias 26 e 27 de outubro. E de acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), autarquia do Ministério da Educação, essa abstenção provocou um prejuízo de aproximadamente R$ 58 milhões para o país. O gasto maior com os faltosos foi na impressão das provas e dos cartões de respostas, que ficaram inutilizados. Além disso, a quantidade de inscritos também serviu de base para a contratação de pessoas para trabalhar no Enem, mais de 600 mil esse ano, número que poderia ter sido menor se esses dois milhões de alunos não tivessem feito a inscrição. “Isso representa um custo para o país e estamos trabalhando para reduzi-lo”, garantiu o presidente do Inep, que está estudando alternativas legais para reduzir a quantidade de abstenções nos próximos Enem. Para aqueles que fizeram o Exame, o gabarito deve ser publicado até a próxima quarta-feira (30) e resultado final deve sair na primeira semana de janeiro. Com informações do G1. 

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.


Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Achei Sudoeste. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias