Achei Sudoeste

BUSCA PELA CATEGORIA "Esportes"

30 Jul 2018 - 10:30h

O fundador e organizador da Corrida Ecológica Brumado a Rio de Contas, Alecarlos Pires, juntamente com a equipe do evento esportivo, instalou ao longo do trajeto da competição placas de conscientização sobre o cuidado com o meio ambiente e respeito ao ciclista. Alecarlos havia prometido a confecção e instalação das placas. “Cada um de nós precisa dar a sua parcela de contribuição para ajudar nesta conscientização tão importante”, ressaltou. O evento reúne 300 atletas todos os anos.

29 Jul 2018 - 12:00h

Após uma sequência de decepções na carreira, o lutador brasileiro José Aldo conseguiu uma grande vitória sobre o americano Jeremy Stephens na penúltima luta do UFC Calgary, no Canadá, na noite deste sábado. Como nos velhos tempos, o ex-campeão peso-pena não se intimidou com a fama de grande boxeador do oponente e venceu por nocaute, aos 4m19s do primeiro round. O Canadá trazia boas recordações a Aldo. Foi no país da América do Norte que o brasileiro defendeu o cinturão do UFC pela primeira vez, na edição 129, em vitória sobre o local Mark Hominick, em 2011. Ele iniciaria ali um reinado no peso-pena que durou seis lutas, até 2015, quando foi nocauteado pelo irlandês Conor McGregor. Após a vitória deste sábado, Aldo se emocionou. Esta foi a primeira vez desde 2009 que Aldo realizou uma luta de no máximo três rounds. Nos últimos 13 duelos, ele colocou o cinturão em jogo ou foi desafiante. Ele vinha de duas derrotas consecutivas para o americano Max Holloway. Por outro lado, o americano Jeremy Stephens, de 32 anos, vinha de três vitórias consecutivas no UFC. O brasileiro, no entanto, foi letal logo no primeiro round: acertou um violento cruzado de esquerda na cintura de Stephens, que acusou o golpe. Aldo foi para cima e só parou de bater quando o árbitro decretou o nocaute.

26 Jul 2018 - 12:30h

Tite seguirá no comando da seleção brasileira. Após algumas semanas de descanso com a família, o treinador gaúcho tomou a decisão de permanecer no cargo até a Copa de 2022 e viajou para o Rio de Janeiro, onde selou o acordo com a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) na quarta-feira (25). A avaliação dos cartolas, e também de Tite e da comissão, é de que o trabalho foi benfeito nos últimos dois anos, apesar da decepcionante eliminação para a Bélgica, nas quartas de final da Copa do Mundo, e deveria ter sequência nos próximos quatro anos. Ainda na Rússia, o diretor executivo de gestão da CBF, Rogério Caboclo, já eleito presidente da entidade para o quadriênio que se iniciará em abril de 2019, ofereceu a renovação de contrato, mas Tite pediu um tempo para refletir. A tendência é que toda a comissão técnica seja mantida. O anúncio oficial deve ocorrer nesta tarde.

26 Jul 2018 - 10:00h

A seleção de Brumado goleou o selecionado de Dom Basílio por 6x1 na terça-feira (24), no Estádio Municipal Gilberto Cardoso, o Gilbertão. A partida amistosa valeu como preparativo para o time brumadense, que disputará o Campeonato Intermunicipal 2018. A competição terá início no dia 05 de agosto. Embora o placar tenha sido elástico, o técnico Fernando Santos, o Fezinho, cobrou muito dos seus comandados em campo, principalmente nos acertos de passe e finalizações. O treinador disse ao site Achei Sudoeste que o time vem ganhando entrosamento nos treinos e está bastante competitivo, porém ressaltou que o Intermunicipal é um campeonato muito difícil e os jogadores terão de se dedicar se quiserem alcançar resultados positivos. Brumado fará a sua estreia no dia 12 de agosto, mas não conhece seus adversários de grupo, uma vez que a Federação Baiana de Futebol ainda não concluiu as seleções que irão participar e, dessa forma, também não fechou a tabela da primeira fase. O técnico apresentou uma lista com 26 atletas pratas da casa, que defenderão as cores da cidade, mas a comissão técnica já adiantou que a pretensão é convocar mais seis jogadores de outras regiões. Como membro da comissão da seleção para o campeonato, o vice-prefeito e articulador Édio Pereira (PCdoB), o Continha, disse a nossa reportagem que a administração está estudando junto à assessoria jurídica uma maneira de gratificar os jogadores, porém as gratificações seriam na condicional, por produção, ou seja, vitória em campo ou empate. De acordo com Continha, seria uma maneira de motivar os jogadores a darem mais de si pelos resultados que somam pontos. “Estamos falando de futebol amador onde temos poucos recursos e retirar recursos públicos é ainda mais complicado, pois temos prestações de contas com o TCM. Então, não podemos garantir essa gratificação sem o retorno, imagine pagar e ainda perder, não tem lógica”, pontuou o vice-prefeito.

20 Jul 2018 - 23:00h

O desembarque do Bahia no aeroporto de Salvador, na noite desta sexta-feira (20), não foi nada tranquilo. Um grupo de torcedores, a maioria de uma torcida organizada compareceu ao local para protestar contra o momento ruim do time. Insatisfeitos com a perda da Copa do Nordeste para o Sampaio Corrêa e o empate com a Chapecoense na volta do Brasileirão, ambos com atuações longe do esperado, a torcida entoou cânticos de protesto. Mas, o clima esquentou e terminou em pancadaria. De acordo o Galáticos Online, na confusão, torcedores agrediram alguns atletas, entre eles Everson e Júnior Brumado.

15 Jul 2018 - 13:55h

A França impôs sua superioridade dentro de campo e sagrou-se bicampeã da Copa do Mundo. Os franceses venceram a Croácia por 4 a 2, neste domingo (15), no Estádio de Luzhniki, em Moscou, pela final do Mundial da Rússia. O atacante croata Manduzkic marcou contra após bola levantada na área em cobrança de falta do francês Griezmann. O mesmo camisa 7 da França fez o segundo em cobrança de pênalti, após o árbitro recorrer ao VAR para assinalar a penalidade máxima, e Pogba fez o terceiro e Mbappé fechou o placar. Perisic e Mandzukic, desta vez na meta certa, descontaram para os croatas. Com a conquista, a França entrou no grupo dos bicampeões da Copa do Mundo, ao lado do Uruguai, com as conquistas de 1930 e 1950, e da Argentina, que levou o caneco para casa nas edições de 1978 e de 1986. A próxima Copa do Mundo será no Catar em 2022.

14 Jul 2018 - 12:50h

A Bélgica confirmou neste sábado (14) a melhor campanha de sua história em Copas do Mundo ao vencer a Inglaterra por 2 a 0, em São Petersburgo, e ficar com o terceiro lugar da competição. O resultado, que supera a quarta posição de 1986, consolida a atual geração como a mais bem-sucedida do país, em uma trajetória que teve como ponto alto o triunfo sobre o Brasil nas quartas de final. Meunier e Hazard fizeram os gols. De acordo com o Uol Esporte, já a Inglaterra não conseguiu superar a campanha de 1990, quando também ficou em quarto lugar. O sonho dos ingleses de repetir o título de 1966 parou na semifinal com a derrota na prorrogação para a Croácia. O "prêmio de consolação" pode ser a artilharia da Copa para Harry Kane, que passou em branco, mas terminou com seis gols e dificilmente será alcançado. O jogo foi bastante aberto e teve etapas diferentes: a Bélgica fez o gol cedo, dominou o primeiro tempo e poderia ter feito mais, mas a Inglaterra reagiu no segundo e passou perto de empatar com sua tradicional pressão nas bolas aéreas. No fim, em contra-ataque, Hazard fechou a vitória.

11 Jul 2018 - 17:40h

Heroica, a Croácia venceu a Inglaterra na prorrogação por 2 a 1 e se classificou pela primeira vez para a final da Copa do Mundo. Nesta quarta-feira (11), croatas e ingleses haviam empatado em 1 a 1 no tempo normal no Estádio de Lujniki, em Moscou. Trippier abriu o placar para a Inglaterra, mas Perisic e Mandzukic viraram a partida. Agora, a Croácia decide o título com a França, no domingo (15), às 12h (de Brasília), também no Lujniki. 

10 Jul 2018 - 17:05h

Vinte anos depois de seu primeiro e único título, a França terá a oportunidade de buscar o bi da Copa do Mundo. Nesta terça-feira (10), a seleção francesa venceu a Bélgica por 1 a 0 com gol de Umtiti, na semi em São Petersburgo, e conquistou o direito de disputar a grande decisão do torneio pela terceira vez em sua história. De acordo com o Uol Esporte, as primeiras foram em 1998, quando foi campeã em casa contra o Brasil, e em 2006, quando perdeu para a Itália nos pênaltis e ficou com o vice. Nas duas ocasiões, a França contava com o artilheiro Thierry Henry, que atualmente trabalha como auxiliar da Bélgica. O adversário da final será conhecido nesta quarta (11), às 15h, no duelo entre Croácia e Inglaterra. A decisão da Copa do Mundo de 2018 ocorrerá em Moscou no dia 15 de julho, domingo, às 12 horas. Um dia antes, no sábado, às 11h, a Bélgica e a seleção derrotada na outra semifinal se enfrentarão na disputa pelo terceiro lugar. A queda dos belgas significa que, pela primeira vez desde 1990, a seleção que eliminou o Brasil não jogará a final. As equipes que conseguiram este feito foram a Argentina em 1990, França em 2006, Holanda em 2010, e Alemanha em 2014.

07 Jul 2018 - 17:50h

Enfim, a Rússia caiu em casa. Após empate por 2 a 2 nos 120 minutos, a Croácia venceu a seleção anfitriã por 4 a 3 nos pênaltis, em Sochi, e, agora, enfrentará a Inglaterra na semifinal com a oportunidade de igualar ou superar o seu melhor resultado na história da Copa do Mundo. No tempo regulamentar, Cheryshev e Mario Fernandes marcaram para os russos, mas Kramaric e Vida empataram para a Croácia. Nos pênaltis, Subasic defendeu a primeira cobrança de Smolov, que tentou uma cavadinha. Brozovic converteu para a Croácia, assim como fez Dzagoev para a Rússia. De acordo com o Uol Esporte, Kovacic desperdiçou seu pênalti, e Mario Fernandes chutou para fora. Modric quase errou, mas a bola bateu na trave e entrou. Ignashevich converteu, e Vida também. Com muita pressão em suas costas, Kuzyaev marcou. Rakitic, que fez partida apagada durante os 120 minutos, marcou e classificou a Croácia. Até o momento, a melhor campanha croata da história ainda é a de 1998, quando terminou na terceira posição. Ou seja, se conseguir vencer os ingleses na semi, a Croácia automaticamente poderá comemorar sua melhor Copa, aconteça o que acontecer na final. O confronto entre Inglaterra e Croácia acontece na quarta-feira (11), às 15. Ao eliminar a seleção anfitriã, o time de Modric, Rakitic e companhia impediu que a inimizade política entre ingleses e russos fosse testada no futebol.

07 Jul 2018 - 13:00h

Cada vez mais, a Inglaterra está fazendo sua torcida voltar a sonhar com a conquista de uma Copa do Mundo após o título em casa de 1966. Com uma vitória por 2 a 0 sobre a Suécia neste sábado (7), a seleção britânica carimbou sua vaga na semifinal de um Mundial pela primeira vez desde 1990, quando terminou na quarta colocação. Maguire e Dele Alli, de cabeça, fizeram os gols. De acordo com o Uol Esporte, o jogo ainda contou com uma atuação espetacular do goleiro Pickford, que fez três defesas cruciais no segundo tempo para segurar o ataque sueco. A equipe escandinava voltou a fazer uma partida de muita organização e empenho, mas acabou superada pelo forte jogo aéreo inglês e pelo dia iluminado do camisa 1 rival. Agora, a Inglaterra aguarda o vencedor do duelo entre Rússia e Croácia, que se enfrentam ainda neste sábado, às 15h (de Brasília), em Sochi, para conhecer seu adversário na semifinal. O jogo que valerá uma vaga na decisão da Copa acontece na próxima quarta-feira (11), também às 15h, em Moscou.

06 Jul 2018 - 17:00h

Motivo de intermináveis discussões entre brasileiros nos últimos anos, a Bélgica e sua “ótima geração” encerraram o sonho do hexacampeonato na Rússia nesta sexta-feira (6), em Kazan. Com gols de Fernandinho, contra, e De Bruyne, todos no primeiro tempo, o Brasil foi derrotado por 2 a 1 e deixou a Copa do Mundo de 2018 bem antes que sua torcida imaginava. Renato Augusto foi o responsável pelo gol de consolação brasileiro. De acordo com o Uol Esporte, em dia de Neymar muito abaixo do normal e grande atuação de Lukaku, a Bélgica desmanchou a defesa brasileira, ressentida da ausência de Casemiro e com Fernandinho, quatro anos depois, em mais uma atuação trágica. O Brasil só encontrou esperança com Renato Augusto, que diminuiu o marcador, mas a semifinal contra a França ficará a cargo dos belgas em uma Copa que agora é só de seleções europeias. A eliminação contra um rival que tem jogadores em quase todas as grandes equipes da Europa se deu em noite atípica em quase dois anos da era Tite. O Brasil não havia sofrido dois gols em nenhum jogo sob seu comando e não havia perdido com time completo em campo até a fatídica eliminação em Kazan.

06 Jul 2018 - 13:00h

A França é a primeira semifinalista da Copa do Mundo de 2018. Em partida segura defensivamente e eficiente do outro lado do campo, a equipe comandada por Didier Deschamps derrotou o Uruguai pelo placar de 2 a 0, em Nizhny Novgorod, e assegurou passagem para a próxima etapa do Mundial. Raphael Varane, com desvio de cabeça certeiro no primeiro tempo, e Antoine Griezmann, após falha bizarra de Muslera, anotaram os gols da classificação. A equipe europeia se aproveitou da ausência de Edinson  Cavani, vetado pelo departamento médico uruguaio ao ser diagnosticado com um edema na panturrilha esquerda, e dominou praticamente todo o encontro. Somente em um único momento, no fim do primeiro tempo, Lloris precisou trabalhar de maneira mais incisiva para evitar ser vazado. O Uruguai, sem o companheiro de Neymar no PSG, perdeu força ofensiva e pouco ameaçou. Além da defesa segura, que anulou um isolado Luis Suárez, a França se apresentou de maneira eficiente no ataque, mesmo em uma tarde pouco iluminada de Mbappé. Na bola parada, justamente uma das principais forças uruguaias, Varane abriu o placar aos 40min da primeira etapa. A classificação acabou assegurada em chute de fora da área de Griezmann, que viu Muslera falhar na tentativa de defesa antes da metade do tempo final de jogo. Primeira a assegurar a vaga entre os quatro melhores na Rússia, a França aguarda o vencedor de Brasil e Bélgica, que duelam nesta sexta-feira, a partir das 15h (de Brasília), em Kazan. A atual vice-campeã europeia joga na terça, às 15h, em São Petersburgo, para tentar retornar a uma final de Copa após 12 anos.

03 Jul 2018 - 17:55h

A Copa do Mundo está acabando! As oitavas chegaram ao fim nesta terça-feira (3), em jogo muito quente e cheio de desentendimentos. Melhor para a Inglaterra, que venceu a Colômbia nos pênaltis por 4 a 3, após empate por 1 a 1 nos 120 minutos, em Moscou, e se classificou para as quartas como adversária da Suécia. Falcao e Kane converteram suas cobranças, assim como Cuadrado, Rashford e Muriel. Mas Henderson, que já tinha feito partida ruim, desperdiçou sua chance. Uribe lamentou quando a bola bateu no travessão, e mais ainda quando viu Trippier marcar e Bacca perder. Dier fez o último e deu a vaga à Inglaterra. De acordo com o Uol Esporte, antes desta terça, a seleção inglesa nunca tinha vencido uma decisão por pênaltis em Copas. Em 1990, perdeu para a Alemanha na semifinal. Em 1998, caiu para a Argentina nas oitavas. E, em 2006, foi derrotada por Portugal nas quartas de final. Harry Kane, artilheiro da Copa com seis gols, abriu o placar em cobrança de pênalti. No coração, Mina empatou aos 47 do segundo tempo. Talvez inflamado pela polêmica capa do tabloide inglês The Sun, que fez um trocadilho com cocaína para se referir à Colômbia, o duelo teve contornos de tensão e várias discussões. O confronto entre Suécia e Inglaterra acontece no sábado, dia 7 de junho, às 11h (de Brasília). É importante lembrar que o fim das oitavas de final traz uma pausa de dois dias ao torneio, e não haverá partidas nesta quarta ou quinta-feira. As quartas começam na sexta.

03 Jul 2018 - 12:55h

A Suécia fez mais um jogo longe de ser brilhante, mas foi eficiente o bastante para bater a Suíça e chegar às quartas de final da Copa do Mundo. Nesta terça-feira (3), em São Petersburgo, a seleção escandinava venceu por 1 a 0, com gol de Forsberg, e poderia ter feito mais se não tivesse perdido pelo menos duas chances incríveis no primeiro tempo. De acordo com o Uol Esporte, jogando de forma coletiva e organizada, como foi sua marca até aqui na Copa, a Suécia causou muitos problemas para a Suíça, que teve mais a bola, mas criou pouco. O gol decisivo saiu na segunda etapa, contando com um desvio no zagueiro Akanji para tirar o goleiro Sommer da jogada. Assim, após ficar em primeiro no grupo da Alemanha contra todas as expectativas, a Suécia agora está entre os oito melhores times do Mundial. O adversário sairá do jogo entre Colômbia e Inglaterra, que fecham as oitavas ainda nesta terça, às 15h (de Brasília), em Moscou. A partida das quartas será disputada no próximo sábado (7), as 11h, em Samara.

02 Jul 2018 - 16:55h

O Brasil já tem adversário nas quartas de final da Copa do Mundo. A Bélgica quase foi surpreendida em Rostov nesta segunda-feira (2), mas venceu o Japão de virada por 3 a 2 e se classificou para a próxima fase do torneio. O inesperado quase aconteceu. Os japoneses chegaram a abrir dois gols de vantagem no segundo tempo e estiveram muito perto de ir às quartas, contando também com certo desequilíbrio emocional dos belgas, mas as boas mudanças feitas por Roberto Martinez durante o jogo levaram a Bélgica a uma impressionante virada. De acordo com o Uol Esporte, tática e tecnicamente, o Japão deu mais trabalho do que muita gente imaginava. Além da boa marcação, que limitou os astros De Bruyne, Hazard e Lukaku, o time asiático também mostrou velocidade nos contra-ataques e esteve perto de superar a favorita. Não aconteceu. Portanto, o confronto entre a seleção brasileira e a belga acontece na sexta-feira (6), às 15h, em Kazan. A equipe de Tite avançou com vitória sobre o México por 2 a 0 em partida disputada mais cedo nesta segunda.

02 Jul 2018 - 12:50h

A seleção brasileira passou pelo quarto obstáculo na Rússia. Nesta segunda-feira (2), depois de avançar na fase de grupos com Suíça, Costa Rica e Sérvia, o Brasil de Tite mandou o México para casa, nas oitavas de final, em vitória por 2 a 0, em Samara. Com autoridade, embora o jogo contra o time de Juan Carlos Osorio tenha sido sofrido, criou as chances mais claras e ganhou com gols de Neymar e Roberto Firmino. De acordo com o Uol Esporte, o camisa 10, aliás, foi o grande nome do jogo e conseguiu mais uma vez convencer em todos os aspectos. Neymar deu assistência, anotou o gol decisivo, chegou a dois na Rússia e se isolou como artilheiro da era Tite, com 11 gols marcados. Ele foi o ponto de equilíbrio para o Brasil superar dificuldades iniciais impostas pelo México e retomar o controle de um jogo que começou difícil. Ainda nesta segunda, o Brasil conhecerá seu próximo adversário para as quartas de final. Sem Casemiro, suspenso, vai até Kazan para enfrentar o vencedor do duelo entre Bélgica e Japão.

01 Jul 2018 - 17:45h

O início da partida foi eletrizante e teve gols-relâmpago nos primeiros três minutos, mas o ritmo logo se tornou lento. Mesmo assim, após empate por 1 a 1 nos 120 minutos, a Croácia venceu a Dinamarca nos pênaltis por 3 a 2 neste domingo (1), avançou para as quartas e se confirmou como adversária da Rússia. Subasic defendeu a cobrança de Eriksen, mas Schmeichel também evitou o gol de Badelj. Kjaer e Krohn-Dehli converteram para a Dinamarca, assim como fizeram Kramaric e Modric para a Croácia. Pivaric perdeu, mas as defesas nos pênaltis de Schone e N. Jorgensen deram a vantagem para os croatas. Nos pés de Rakitic, a Croácia converteu a última e se classificou. De acordo com o Uol Esporte, o time russo eliminou a Espanha nos pênaltis e já pode celebrar a melhor campanha de sua história. Afinal, desde que deixou a ser União Soviética e começou a jogar como Rússia, a equipe nunca havia passado da fase de grupos. Portanto, a ida da seleção anfitriã às quartas de final é vista como um grande feito. O confronto entre Rússia e Croácia acontece no sábado (7), às 15h (de Brasília), no Estádio Olímpico de Fisht, em Sochi.

01 Jul 2018 - 13:45h

A Rússia sofreu, se fechou totalmente na defesa e conseguiu eliminar a favorita Espanha nos pênaltis neste domingo (1), nas oitavas de final da Copa do Mundo em Moscou. Após um empate por 1 a 1 em 120 minutos, a equipe da casa levou a melhor nas penalidades por 4 a 3. Os russos acertaram suas quatro cobranças, com Smolov, Ignashevich, Golovin e Cheryshev balançando as redes. Já a Espanha converteu com Iniesta, Piqué e Sergio Ramos, mas Koke e Iago Aspas pararam em defesas do goleiro Akinfeev. De acordo com o Uol Esporte, a Espanha dominou completamente a posse de bola e passou praticamente o jogo todo no campo de ataque, mas teve muitas dificuldades para criar chances claras diante de uma forte retranca russa. Os donos da casa ofereceram pouco na frente, mas chegaram ao gol após um vacilo de Piqué e conseguiram levar o jogo para os pênaltis. Agora, a Rússia aguarda o vencedor de Croácia x Dinamarca, que se enfrentam também neste domingo, às 15h (de Brasília), para saber seu próximo adversário. O jogo das quartas de final acontece no próximo sábado (7), também às 15h, em Sochi.

30 Jun 2018 - 17:00h

O primeiro duelo de quartas de final colocará duas seleções campeãs do mundo frente a frente. Bicampeão em 1930 e 1950, o Uruguai venceu Portugal por 2 a 1 neste sábado (30), em Sochi, e se classificou para a próxima fase da Copa do Mundo. O adversário será a França, campeã de 1998, que bateu a Argentina por 4 a 3. De acordo com o Uol Esporte, a partida entre Uruguai e França acontece na sexta-feira (6), às 11h (de Brasília). Pepe marcou para Portugal, mas os dois gols uruguaios foram feitos por Cavani, que teve bela atuação. Antes desta tarde, a seleção celeste só havia marcado na Copa da Rússia em lances de bola parada. O pior cenário possível para os portugueses já começou a se desenhar logo no primeiro gol de Cavani. Afinal, a equipe de Portugal só conseguiu virar um único jogo de Copa em sua história, uma vitória por 5 a 3 sobre a Coreia do Norte em julho de 1966.

30 Jun 2018 - 12:55h

Um belo jogo de sete gols e reviravoltas! A França despachou a Argentina de volta para Buenos Aires. Com gols de Griezmann, Pavard e Mbappé, duas vezes, os franceses reviraram para cima dos argentinos fazendo 4 a 3 no placar, neste sábado (30), na Arena Kazan, em Kazan, pelas oitavas de final da Copa do Mundo da Rússia. Di María, Mercado e Agüero marcaram para os hermanos.

28 Jun 2018 - 16:59h

A Tunísia guardou sua melhor atuação para seu último jogo na Copa do Mundo e venceu o Panamá por 2 a 1 nesta quinta-feira (28), na Arena Mordovia. Em jogo de eliminados do grupo G, os panamenhos saíram na frente com gol contra de Meriah, mas os tunisianos viraram com Ben Youssef e Khazri. De acordo com o Uol Esporte, é a primeira vitória tunisiana em Copas do Mundo desde 1978, ano em que o país estreou no torneio. Desde então tinham sido três participações com um empate em cada, mas a escrita foi quebrada nesta quinta-feira. Para o Panamá fica a mistura de sentimentos: orgulho pela primeira vez na Copa e desapontamento pela virada sofrida. No outro jogo do grupo, a Bélgica venceu a Inglaterra por 1 a 0. O camisa 10 da Tunísia foi fundamental para a vitória. Era o mais acionado da equipe, sempre ligeiro pelo lado direito, setor em que ganhou quase todas as disputas na corrida. Foi ele quem ofereceu o primeiro gol a Ben Youssef, depois deixou sua marca também aproveitando bola cruzada.

28 Jun 2018 - 16:50h

A Bélgica poderia ter caminhado para uma chave teoricamente mais fácil, mas venceu a Inglaterra por 1 a 0 nesta quinta-feira (28), em Kaliningrado e com gol de Januzaj, e terminou a primeira fase da Copa do Mundo no primeiro lugar do Grupo G. O que significa que pode ser adversária do Brasil nas quartas. De acordo com o Uol Esporte, para que isso aconteça, no entanto, a seleção belga primeiro terá de vencer o Japão nas oitavas, no dia 2 de julho, às 15h, assim como a equipe de Tite precisa superar o México. A Inglaterra vai encarar a Colômbia no dia 3, às 15h. Se a partida tivesse terminado empatada, os ingleses teriam ficado na liderança por terem recebido menos cartões amarelos na primeira fase que a equipe adversária (dois para a Inglaterra e cinco para a Bélgica, que levou dois nesta tarde). Mas o critério de desempate acabou não sendo necessário.

28 Jun 2018 - 13:00h

Parecia que não ia dar para a Colômbia. Mas mesmo sem seu principal jogador, James Rodríguez, que saiu lesionado ainda no primeiro tempo, a seleção sul-americana contou com mais um gol de cabeça do zagueiro Yerry Mina para vencer Senegal por 1 a 0 nesta quinta-feira (28), em Samara, e garantir a classificação para as oitavas de final da Copa do Mundo. Os africanos foram eliminados. De acordo com o Uol Esporte, com seis pontos, a Colômbia terminou na primeira colocação do grupo H. Já Senegal, com quatro pontos, terminou com campanha idêntica à do Japão, mas levou a pior no último critério de desempate: o fair play. Os asiáticos receberam dois cartões amarelos a menos e, por isso, ficaram com a segunda colocação. A lanterna da chave foi a Polônia, com três pontos. Nas oitavas, Colômbia e Japão enfrentarão Bélgica ou Inglaterra, as duas equipes já garantidas no grupo H, que se enfrentam às 15h (de Brasília) para decidir a ordem de classificação. Quem ficar em primeiro encara os japoneses, enquanto o segundo pega os colombianos.

28 Jun 2018 - 12:50h

O ‘fair play’ decidiu os classificados do grupo H para as oitavas de final. A seleção de Japão perdeu para a Polônia por 1 a 0, mas o menor número de cartões em relação a Senegal – que foi derrotado por 1 a 0 pela Colômbia – colocou os asiáticos na próxima fase do Mundial da Rússia. Ambas as equipes entraram em campo nesta quinta-feira (28), às 11 horas (de Brasília), na Arena Volgogrado, pela última rodada da fase de grupos da Copa do Mundo de 2018.  O primeiro tempo da partida foi morno, com poucas finalizações de perigo. Os japoneses ficaram predominantemente na defesa, em jogo reativo, e a Polônia teve a maior posse de bola: 56%. O lance mais emocionante do empate parcial sem gols foi aos 31 minutos em uma cabeçada do polonês Grosicki, que acabou em uma defesa espetacular de Kawashima. De acordo com o Uol Esporte, na etapa complementar do confronto, o Japão, que estava confortável com o empate, passou sufoco. Aos 14 minutos, a Polônia inaugurou o marcador com Bednarek.