Achei Sudoeste
Achei Sudoeste
alba
ALBA aprova reajuste de 4% para os servidores da saúde Foto: WhatsApp/Achei Sudoeste

Nesta terça-feira (28), a Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) bateu o martelo e aprovou a proposta de reajuste salarial concedida pelo Governo do Estado aos servidores da saúde. O reajuste aprovado foi de 4%. Ao site Achei Sudoeste, Ivanilda Brito, presidente do Sindicato dos Servidores Públicos da Saúde na Bahia, informou que a contraproposta da categoria era de 10%, considerando a perda histórica que os trabalhadores acumulam ao longo dos anos. Aprovado o projeto, Brito adiantou que uma nova mesa de negociação será iniciada com a possibilidade de recuperação de parte dessas perdas. Na tarde desta quarta-feira (29), a categoria irá se reunir novamente em assembleia. Segundo a presidente sindical, na oportunidade, será reavaliado o estado de greve e os avanços que podem ser feitos com a manutenção do movimento. “Vamos continuar dialogando com os trabalhadores para que, de fato, a gente alcance o que é necessário para aumentar a remuneração do trabalhador, que, nos últimos anos, teve um impacto negativo de 54,25%”, completou.

ALBA aprova proposta do governo contrariando professores e aulas são retomadas Foto: Lay Amorim/Achei Sudoeste

Nesta terça-feira (28), após muita discussão, a Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) aprovou a proposta do Governo do Estado para reajuste salarial dos professores. Para os professores, o governo ofereceu 5,69%, parcelado em 3 vezes; e, para as demais categorias, 4%. Em entrevista ao site Achei Sudoeste, o professor Rui Oliveira, coordenador estadual da APLB/Sindicato, disse que, apesar de toda mobilização da categoria, o governo, de forma truculenta, não deixou sequer que os trabalhadores ocupassem a galeria para acompanhar a votação. A contraproposta dos servidores era de 10%. O sindicalista lamentou a decisão, mas garantiu que a luta da categoria vai continuar. “Estamos aqui de cabeça erguida para dizer que a luta vai continuar. Temos para semana uma reunião para discutir o novo plano de carreira, temos também uma reunião na Procuradoria Geral do Estado para discutir como vai ser pago o piso salarial do magistério, temos também a questão de licença pecúnia, concurso público, enfim a luta vai continuar e vale a pena lutar”, afirmou. As aulas serão retomadas na rede estadual com um calendário de reposição dos dias perdidos.

AL-BA aprova reajuste de 4% nos salários do funcionalismo Foto: VannerCasaes/ALBA

A Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) aprovou, nesta terça-feira (28), o Projeto de Lei que estabelece o reajuste geral de 4% para o ano de 2024 sobre os vencimentos, subsídios, saldos e gratificações dos servidores ativos, inativos e de pensionistas da administração direta, autarquias e fundações do Poder Executivo. O reajuste é dividido em 2% a partir de 1º de maio, incidindo sobre os valores vigentes em 30 de abril de 2024; e 2% a partir de 31 de agosto de 2024, incidindo sobre os valores vigentes em 30 de agosto de 2024. Também foram aprovados outros PLs do Executivo e dois Projetos de Resolução da Mesa Diretora da ALBA. Sobre a não ocupação das galerias, o presidente da ALBA, deputado estadual Adolfo Menezes (PSD) defendeu a decisão da Mesa Diretora e lembrou do tumulto ocorrido na sessão do último dia 21, quando estava prevista a votação do reajuste. “Esta é a casa da democracia, mas também do trabalho. Os manifestantes puderam acompanhar a sessão nas salas das Comissões e no auditório, que estão equipados com telões. A TV Alba transmitiu tudo, ao vivo. O que está acontecendo hoje aqui não é uma ação, mas uma reação ao ocorrido na última sessão deliberativa, quando muitos parlamentares foram impedidos pelas galerias de exercer o direito de defender suas posições. Se o professor trabalha na sala de aula, os deputados devem ter a liberdade trabalhar no plenário”, argumentou o chefe do Legislativo estadual. O segundo PL alterou a estrutura remuneratória dos cargos das carreiras dos Grupos Ocupacionais Artes e Cultura, Comunicação Social, Fiscalização e Regulação, Obras Públicas, Técnico-Administrativo, Técnico-Específico, Serviços de Apoio Técnico-Administrativo da Procuradoria Geral do Estado e Fisco, da carreira do Magistério Público das Universidades Estaduais, das carreiras de Nível de Apoio do Quadro Especial das Universidades Estaduais, dos cargos dos Quadros Especiais e dos cargos em comissão do Magistério Público Estadual do Ensino Fundamental e Médio.

Servidores da saúde da Bahia com mais de 50% de perda salarial pedem reajuste de 10% Foto: WhatsApp/Achei Sudoeste

Nesta terça-feira (21), servidores da saúde estão mobilizados na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) e em todo estado em paralisação pelos direitos da categoria. Ao site Achei Sudoeste, Ivanilda Brito, presidente do Sindicato dos Servidores da Saúde da Bahia (Sindsaúde), detalhou que, na AL-BA, o objetivo do movimento é acompanhar a votação do projeto de reajuste dos servidores. A categoria reivindica 10% de reajuste, porém o governo propõe apenas 4%. “Vamos ver a dignidade que os deputados vão ter aqui, se vão votar esses 4% ou se vão lutar pelos trabalhadores e dar os 10%”, afirmou. Brito alega que os servidores estão há anos recebendo apenas o percentual concedido pelo governo, acumulando mais de 50% de perdas. “Já perdemos o nosso poder de compra, nosso poder aquisitivo. Queremos que o governo reconheça o valor dos trabalhadores, que tanto lutaram no período da pandemia”, apontou.

Professores mobilizados com indicativo de greve e indignação ao governador da Bahia Foto: WhatsApp/Achei Sudoeste

Desde a segunda-feira (20), os professores da rede estadual seguem mobilizados em protesto contra o não pagamento do piso salarial da categoria. Ao site Achei Sudoeste, o professor Rui Oliveira, coordenador da APLB/Sindicato na Bahia, informou que, no momento, a classe está em frente à sede da Assembleia Legislativa na capital do estado mesmo debaixo de chuva. Uma grade agenda de paralisação está sendo realizada no local. O projeto de lei, de autoria do Governo do Estado, será votado hoje na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA). Segundo Oliveira, o governador está irredutível frente às reivindicações da categoria. “O governo não abre mão, não negocia. Quer manter o arrocho salarial mantendo os 5,69% para a educação e 4% para os demais servidores. Estamos na resistência e vamos continuar protestando até a vitória”, garantiu. Caso o resultado não seja favorável à categoria, há possibilidade de deflagração de uma greve na rede estadual. O coordenador estadual da APLB afirmou que o sentimento é de insatisfação e indignação. “A insatisfação é generalizada com o Governo do Estado da Bahia. O sentimento é de indignação”, concluiu.

Lei obriga ônibus intermunicipais a terem assentos infantis na Bahia Foto: Reprodução/Agência Brasil

Na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), foi aprovada uma medida que determina que as empresas de ônibus intermunicipais serão obrigadas a oferecer assentos infantis e bebês conforto para crianças. Já aprovada após sanção do governador Jerônimo Rodrigues, a lei determina que cada ônibus deve reservar no mínimo quatro assentos para que os equipamentos sejam instalados, da seguinte forma: dois assentos para bebê conforto, usado por crianças de até um ano de idade ou 13kg e dois assentos para cadeirinhas, usadas por crianças de 1 a 7 anos e meio. A Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (Agerba) fará a fiscalização das empresas e deve acompanhar todo o processo de implementação da nova adaptação. Quando as empresas estiverem cumprindo todas as determinações da lei, os terminais rodoviários ficarão com a responsabilidade de fiscalizar, principalmente no momento da saída dos veículos. A punição prevista para as empresas que não cumprirem a lei é de multa, que pode chegar a até quatro salários.

Paralisação da rede estadual de ensino é marcada por manifestação na AL-BA Foto: WhatsApp/Achei Sudoeste

Diversas entidades integrantes do movimento de paralisação da rede estadual de ensino estão acampadas em vigília em frente à sede da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA). A mobilização acontece na manhã desta segunda-feira (13). Ao site Achei Sudoeste, o professor Rui Oliveira, coordenador estadual da APLB Sindicato/Bahia, informou que toda a categoria está mobilizada na AL-BA aguardando a aprovação do projeto de reajuste salarial. 

Paralisação da rede estadual de ensino é marcada por manifestação na AL-BA Foto: WhatsApp/Achei Sudoeste

“Está todo mundo aqui reclamando e de vigília esperando a votação do projeto de reajuste salarial. A rede estadual tá parada na Bahia toda hoje e amanhã. Vamos ficar aqui na AL-BA até terça-feira esperando a votação”, afirmou. Oliveira justificou que o Governo do Estado não quer conceder o reajuste salarial de 5,69% à categoria.

Itororó é reconhecida como 'Capital Baiana da Carne de Sol' Foto: Lay Amorim/Achei Sudoeste

O município de Itororó recebeu o título de “Capital Baiana da Carne de Sol”, nesta quinta-feira (08), 2. O projeto de lei, proposto pelo deputado Rosemberg Pinto (PT), reconhece a iguaria como principal fonte de renda e emprego do município. A lei de concessão de título foi sancionada pelo governador Jerônimo Rodrigues e publicada na edição do Diário Oficial do Estado (DOE).  De acordo com a Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), Rosemberg pontuou que a cidade administra um rebanho bovino de 47,4 mil cabeças, correspondente a 0,50% do efetivo pecuário da Bahia, que totaliza 9,5 milhões de animais. O parlamentar garantiu ainda, que a fama da carne do sol de Itororó “já atravessou fronteiras”. Ele destacou a forma artesanal do produto e a fama que ele recebeu a ponto de ganhar um festival anual que movimenta a cidade, principalmente na época junina, o Festsol, Festival da Carne do Sol. O evento é atrativo turístico da região, com de shows artísticos e culturais, “mantendo presente as tradições locais”. O gestor estadual concedeu títulos de capitais estaduais a mais 17 municípios da Bahia. As propostas foram apresentadas e aprovadas pela Alba, com os objetivos de promover potencialidades dos municípios, chamar a atenção para datas importantes e, nos casos dos logradouros, homenagear personalidades.

Prefeito de Dom Basílio pavimenta caminho rumo à AL-BA nas eleições 2026 Foto: Kauê Souza/Achei Sudoeste

Encerrando o seu mandato após oito anos à frente da gestão do município de Dom Basílio, Roberval de Cássia Meira (PSD), popular Galego, destacou que faria tudo novamente em prol da população. Ao site Achei Sudoeste, o gestor disse que todas as suas propostas de campanha foram cumpridas conforme prometido. “Todas, sem exceção, foram cumpridas”, frisou. Para os próximos anos, Meira garantiu que está colado no progresso de Dom Basílio e ainda tem muito por vir. Ele confirmou que irá pavimentar o caminho rumo à Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) em 2026. “Coloco meu nome à disposição do povo baiano. A Bahia conhece um pouco do nosso trabalho, da minha experiência, acho que posso contribuir muito. Esse voo vai depender muito do baiano e da região para reconhecerem e eu poder dar continuidade ao trabalho. Vamos esperar”, afirmou.

Vitor Bonfim e Guilherme Bonfim anunciam diversas realizações em prol de Brumado Foto: WhatsApp/Achei Sudoeste

Ao lado do deputado estadual Vitor Bonfim (PV), o pré-candidato a prefeito de Brumado, o advogado Guilherme Bonfim (PT) destacou os principais pleitos que serão atendidos pelo grupo para transformar o município. Em vídeo divulgado nas redes sociais, Bonfim citou que, na área de infraestrutura, mais de 12 ruas e avenidas já estão no cronograma para pavimentação. Já na iluminação pública, o projeto prevê a iluminação das principais rotatórias da cidade. Na saúde, ambos salientaram a Feira Saúde Mais Perto, que estará em Brumado em breve. Através do programa, a população terá acesso a vários atendimentos gratuitos. O Núcleo Regional de Saúde também é uma realidade cada vez mais próxima no segmento. “Solicitamos à reestruturação do Hemoba, a construção do Cepred (Centro Estadual de Prevenção e Reabilitação da Pessoa com Deficiência) e o Hospital Regional”, pontuou Guilherme. Sobre os festejos juninos, o deputado Vitor Bonfim garantiu que uma grade especial está sendo preparada para comemoração da festa de São João na cidade. “Assim como fizemos no carnaval, vamos fazer também com o São João em Brumado”, adiantou. Quando o assunto é saneamento, Guilherme disse que a Embasa viabilizará, por meio de seu pedido, novos sistemas de abastecimento de água para a região. “Já foi autorizada a licitação do sistema de Ubiraçaba, Lagoa Funda e Tanquinho Mandacaru) e a liberação do material. Encaminhamos também diversos pedidos para aquisição de cisternas para zona rural”, pontuou. Na educação, a reforma do Colégio Estadual de Brumado (CEB) e uma grande feira literária estão entre as principais realizações do grupo. No que se refere à segurança pública, o deputado destinou uma emenda parlamentar para aquisição de sete novos veículos para reforçar a frota policial na cidade e a sede do Corpo de Bombeiros é uma realidade. Também tem novidade na agricultura familiar: equipamentos agrícolas, tratores e Feira da Agricultura Familiar. Por fim, a Caravana de Direitos Humanos será promovida ainda neste primeiro semestre do ano. O deputado e o pré-candidato frisaram que o trabalho feito em parceria com o Governo do Estado já tem transformado a cidade de Brumado e a vida dos brumadenses. “Do nosso lado, não há espaço para falsas promessas. Já mostramos tudo que já fizemos e tudo que está por vir”, declarou Guilherme.

Governo da Bahia propõe reajuste salarial de 4% e aumento de 66% no auxílio refeição Foto: Divulgação/Saeb

O Governo da Bahia encaminhou, na quinta-feira (2), à Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), projetos de lei que propõe reajuste salarial de 4% e aumento de 66% no auxílio refeição do funcionalismo público estadual. Além de reajuste geral de 4% para todos os trabalhadores da administração direta e indireta, as mudanças no regramento visam: contemplar o funcionalismo com iniciativas como a regulamentação e reajuste do auxílio refeição; concessão de reajuste complementar de 2,85% para carreiras com vencimento básico abaixo do salário mínimo; aplicação do piso nacional da educação – que será reajustado em 3,62%. Segundo o governo, a estimativa é que todas as mudanças gerem um impacto para os cofres públicos de R$ 697 milhões, em 2024, e de R$ 1,282 bilhão, em 2025. De acordo com o governo, apenas o reajuste linear custará, este ano, cerca de R$ 464 milhões aos cofres estaduais, sendo R$ 891 milhões no próximo ano. O governo informou ainda que caso os projetos de lei sejam aprovados, as medidas vão repercutir já no pagamento do funcionalismo do mês de maio, sendo que o percentual de reajuste linear será concedido da seguinte forma: 2%, em maio; e 2%, em setembro.

ALBA promoveu debate sobre origens históricas e enfrentamento ao racismo Foto: Sandra Travassos/ALBA

“Um convite para que cada um faça a sua parte no dia a dia para o enfrentamento ao racismo, em todas as suas formas”. Assim o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), deputado Adolfo Menezes, definiu o debate “Racismo Não é Mimimi”, promovido pelo Parlamento estadual, nesta terça-feira (30), no auditório Jornalista Jorge Calmon. “Eu fiz questão de promover esse debate, que nos convida a mudar práticas racistas, fora dos meses de maio e novembro — quando se celebra a negritude — porque considero importante uma discussão continuada sobre essa temática. O racismo é repugnante e uma ignomínia”, afirmou Adolfo Menezes (PSD). O debate fez parte do Projeto “Roda de Conversa”, que, sob a presidência de Adolfo Menezes, tem discutido questões fundamentais na busca de uma sociedade com justiça social e equidade. Em 2023 a ALBA publicou o livro “Educação Antirracista”, distribuído gratuitamente para universidades e institutos federais de Educação, bibliotecas estaduais da Bahia e para os 417 municípios da Bahia. O link do e-book continua disponível gratuitamente no site da ALBA. Em 2010 o Legislativo aprovou o Estatuto da Igualdade Racial, com o objetivo de garantir a efetivação da igualdade de oportunidades, a defesa dos direitos étnicos individuais, coletivos e difusos e o combate à discriminação e às demais formas de intolerância étnica. Junto com o chefe do Legislativo baiano foram debatedores a secretária estadual de Promoção da Igualdade Racial e dos Povos e Comunidades Tradicionais (Sepromi), Ângela Guimarães; a pós-doutora em educação Mabel Freitas; e o vereador de Salvador e presidente de honra do Instituto Steve Biko, Sílvio Humberto.  “O racismo tem que ser discutido todos os dias e não apenas nas datas comemorativas”, observou Mabel Freitas. “O racismo é crime no Brasil, mas não existe ninguém preso por racismo”, falou a secretária Angela Guimarães. Para o vereador Silvio Humberto, a educação é importante: “estudar, pra nós, é um ato político; quer ser rebelde, estude!”. Também participaram do debate representantes do Ministério Público Estadual, da Polícia Civil e da Universidade Católica do Salvador.

Felipe Duarte garante mais de R$ 6 milhões para Guanambi no 1º ano de mandato Foto: WhatsApp/Achei Sudoeste

O deputado estadual Felipe Duarte bateu recorde em seu primeiro ano de mandato, garantindo mais de R$ 6 milhões em recursos para Guanambi. Os investimentos foram para obras, equipamentos e aportes financeiros em variados setores. O parlamentar já assegurou recursos através de emendas impositivas para reestruturação do Departamento de Polícia Técnica (DPT) Regional, sediado em Guanambi, aquisição de novo veículo e novos equipamentos que serão licitados, construção das sedes das UBS do Monte Azul e Santa Luzia, aquisição de 3 ambulâncias/vans, investimento nos festejos de réveillon, aquisição de equipamentos para a Secretaria Municipal de Educação, aquisição de centro cirúrgico para o Hospital Municipal de Guanambi (HMG) e mais tratores e carros-pipas para comunidades rurais, totalizando mais de R$ 6 milhões garantidos, parte já em conta, sendo licitados ou com previsão de serem liberados muito em breve.

Deputado assegura R$ 2,1 milhões para construção de duas UBSs em Guanambi Foto: WhatsApp/Achei Sudoeste

O mandato do deputado estadual Felipe Duarte (PP) segue conquistando importantes benefícios para a população de Guanambi. O parlamentar assegurou emendas impositivas no valor de R$ 2,1 milhões, para a construção da sede própria das unidades de saúde dos Bairros Monte Azul e Santa Luzia. “Estamos em parceria com o mandato do prefeito Nal Azevedo, trabalhando firmes, para ampliar a rede de assistência e oferecer mais dignidade no atendimento da população na área da atenção básica”, disse o deputado. Para o Bairro Monte Azul, foi assegurado o valor de R$ 1 milhão, para construção da sede da unidade na praça do bairro, que será a primeiro porte 3 da cidade, e atenderá os moradores dos bairros: Monte Azul, Santa Rita, Renascer 1 e 2, Joaquim Fernandes, Residencial dos Pássaros, Loteamento Cerqueira e adjacências. Para o Bairro Santa Luzia, foi alocada a quantia de R$ 1, 1 milhão. Ambos equipamentos, funcionam em imóveis alugados.

ALBA aprova, por unanimidade, lei que reestrutura carreira do professor indígena Foto: Sandra Travassos/ALBA

A Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), aprovou, por unanimidade, nesta terça-feira (23), o Projeto de Lei do Poder Executivo que reestrutura a carreira de Professor Indígena, do Grupo Ocupacional Educação, do Quadro do Magistério Público do Estado da Bahia. “Foi uma votação extraordinária, histórica, que fez justiça aos professores indígenas ao equiparar os vencimentos deles aos demais professores da rede estadual de ensino”, comemorou o presidente em exercício da ALBA, deputado Zé Raimundo (PT). Na semana passada, durante a sessão extraordinária na qual o governador Jerônimo Rodrigues entregou pessoalmente o Projeto de Lei ao presidente da ALBA, deputado Adolfo Menezes, os líderes do governo e da oposição, respectivamente deputados Rosemberg Pinto (PT) e Alan Sanches (União Brasil), acordaram dispensar todas as formalidades para a votação ocorrer nesta semana. De acordo com o governador, a iniciativa ratifica o compromisso do Governo do Estado com a educação e a valorização do Magistério Público. O relator do projeto, deputado Marcelino Galo (PT), agradeceu a indicação aos líderes Rosemberg e Alan e destacou que a reestruturação da carreira de professor indígena produzirá um acréscimo na despesa de pessoal para o exercício de 2024, no valor estimado de R$ 633 mil e 423 e, para os anos de 2025 e 2026, o valor de R$ 823 mil e R$ 854 mil. Serão beneficiados cerca de 700 professores. Uma emenda de Alan Sanches não foi aproveitada, mas Rosemberg Pinto se comprometeu que será analisada pela Secretaria Estadual de Educação.

PF registra 45 propriedades e mais de 200 animais em ação contra deputado Foto: Agência Alba

A Polícia Federal fez a alienação antecipada de 45 propriedades urbanas e rurais e de 245 semoventes, como são chamados os animais de bando que constituem um patrimônio, nesta segunda-feira (22). As informações são do G1. Isso significa que os bens foram categorizados como garantia para o pagamento de uma dívida. A decisão foi tomada pela 1ª Vara Criminal de Feira de Santana, no âmbito da Operação Hybris II. O objetivo é desarticular uma organização criminosa especializada em lavagem de dinheiro vindos de jogos de aposta, agiotagem, extorsão, receptação qualificada, entre outras infrações penais no município e em cidades próximas. De acordo com a PF, trata-se de um desdobramento da Operação El Patrón, deflagrada em dezembro de 2023, tendo como um dos alvos o deputado estadual Binho Galinha (Patriota). Na época, foram expedidos 10 mandados de prisão preventiva, 33 mandados de busca e apreensão, o bloqueio de mais de R$ 200 milhões das contas bancárias dos investigados e o sequestro de 26 propriedades urbanas e rurais, além da suspensão de atividades econômicas de seis empresas. As investigações seguem em andamento. Para o cumprimento da decisão publicada nesta segunda, a PF contou com apoio da Receita Federal, do Ministério Público Estadual (MP-BA) e da Força Correcional Integrada.

Assembleia Legislativa debate valorização das Baianas de Acarajé Foto: WhatsApp/Achei Sudoeste

Na última semana, um debate em defesa das baianas de acarajé foi promovido na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA). Em entrevista ao site Achei Sudoeste, Rita Santos, presidente da Associação Nacional das Baianas de Acarajé (Abam), informou que a deputada estadual Cláudia Oliveira (PSD) criou a frente parlamentar “Baiana do Acarajé” na AL-BA e, na última segunda-feira (15), foi realizada uma atividade para tratar sobre o ofício de baiana do acarajé no estado da Bahia. Segundo Santos, a proposta é valorizar a profissão. “Tudo começou aqui, mas outros estados vêm valorizando muito mais o nosso ofício do que o próprio estado. A partir dessa atividade, já estamos tendo alguns desdobramentos para tratar do ofício a nível de estado, não mais só a nível de Salvador. Temos que valorizar essas mulheres em todos os municípios”, defendeu. O ofício de baiana de acarajé é reconhecido pelo Governo Federal como patrimônio brasileiro. Na Bahia, o Governo Estadual também reconheceu o ofício, porém, segundo a presidente da Abam, o título venceu desde 2017 e não foi revalidado.  

Manifestantes barrados na ALBA e governador sai pelos fundos para despistar sindicalistas Foto: WhatsApp/Achei Sudoeste

Manifestaram percorreram diversos órgãos públicos nesta quinta-feira (18) chamando a atenção do Governo do Estado para duas pautas importantes: recomposição salarial e valorização do Planserv (plano de saúde da categoria). Ao site Achei Sudoeste, o professor Clóvis Piau, que está à frente da Aduneb (Seção sindical dos docentes da Universidade do Estado da Bahia), disse que o objetivo do movimento é sensibilizar o governador para a importância de ouvir e negociar com a categoria. “Que possamos discutir de forma aberta, democrática e construtiva as possibilidades, sem radicalismo. Não queremos mais ou menos, queremos discutir o justo, mas parece que o governador não está interessado”, afirmou. Na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), os manifestantes foram barrados e o governador saiu pela porta dos fundos. Segundo Clóvis, a polícia impediu os manifestantes, funcionários públicos estaduais, de entrar na AL-BA e Jerônimo Rodrigues despistou a categoria a fim de não ser confrontado. “Ele saiu pela porta dos fundos para não encontrar os seus colegas, professores e professoras das universidades estaduais da Bahia, e demais servidores públicos. É vergonhoso isso”, lamentou. O professor destacou que a deflagração de uma possível greve depende da posição do governador daqui por diante.

Deputado quer inclusão de produtores rurais em programa de renegociação de dívidas Foto: WhatsApp/Achei Sudoeste

Em 28 de março deste ano, o Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou a renegociação de até 100% das parcelas que vencem este ano de operações de crédito rural de investimento relacionadas à produção de soja, milho, leite e carne em diferentes estados brasileiros, deixando o Estado da Bahia de fora do benefício. A decisão revoltou o deputado estadual Felipe Duarte (PP), que cobrou durante sessão na Assembleia Legislativa que a AL-BA cobre o CMN para que insira o Estado entre os beneficiados com o programa. “Na decisão, tanto o Ministério da Fazenda como o CMN consideraram a seca que impactou a produtividade da safra 2023/2024, especialmente na produção de grãos. A Bahia sofreu recentemente com a maior seca dos últimos 40 anos, nada mais justo que nossos produtores também sejam beneficiados com a prorrogação de suas dívidas, como foram com os outros 17 estados”, frisou. A prorrogação é direcionada aos agricultores familiares e empresariais e se aplica a contratos de crédito rural vinculados aos programas de investimento agrícola do BNDES, Pronaf e às linhas de financiamento dos fundos constitucionais.

Deputado Vitor Bonfim assume a presidência do Conselho de Ética da AL-BA Foto: Lay Amorim/Achei Sudoeste

O deputado estadual Vitor Bonfim (PV) foi o nome escolhido para assumir a presidência do Conselho de Ética da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA). A decisão foi tomada após reunião entre o presidente da Casa, Adolfo Menezes (PSD), com os membros do colegiado, que é formado por seis deputados indicados pela bancada do governo e dois deputados indicados pela bancada da oposição. O principal desafio do Conselho de Ética neste primeiro semestre é analisar a situação do deputado Binho Galinha (PRD), apontado pelo Ministério Público Estadual (MP-BA) como mentor de uma organização ligada a crimes de extorsão, agiotagem, jogo do bicho, receptação qualificada, entre outros delitos, na cidade de Feira de Santana, seu principal reduto eleitoral. Na última terça-feira (9), a esposa do deputado, Maiana Cerqueira, foi presa pela Polícia Federal na Operação Hybris, um desdobramento da Operação El Patron. Em entrevista à imprensa nesta quarta-feira (17), após a reunião, o deputado Vitor Bonfim explicou que os trabalhos do Conselho de Ética vão começar a partir do momento em que o colegiado receber as informações que são alvo das denúncias. Ele também revelou que o colegiado irá definir o futuro de Binho Galinha após analisar o inquérito enviado pelo MP-BA à ALBA. “A documentação já se encontra na presidência e vai ser encaminhada à presidência do conselho de ética e, posteriormente, haverá a distribuição para os membros componentes do conselho”, revelou. Já o vice-presidente do Conselho de Ética, Marcelino Galo (PT), frisou que cabe à comissão analisar processos relacionados à falta de decoro de parlamentares e que, até o momento, não há nenhum outro caso, além deste, submetido ao colegiado. “A comissão não foi instalada para um caso específico, então assim que for provocada cabe a ela analisar o que diz respeito ao comportamento, principalmente, ao decoro do parlamentar”, pontuou. Ele também adiantou que a primeira reunião do Conselho de Ética será realizada dentro do prazo de oito dias, ocasião em que os membros irão se debruçar no teor da documentação.  Confira a composição:  Presidência: Vitor Bonfim (PV); Vice-presidência: Marcelino Galo (PT); Demais membros titulares: Alex da Piatã (PSD), Antonio Henrique Jr. (PP), Euclides Fernandes (PT), Sandro Régis (União), Samuel Junior (Republicanos) e Tiago Correia (PSDB).  Suplentes: Angelo Coronel Filho (PSD), Fabíola Mansur (PSB), Nelson Leal (PP), Marcinho Oliveira (União), Raimundinho da JR (PL), Robinho (União), Emerson Penalva (PDT) e Kátia Oliveira (União). As informações são do Bahia Notícias, parceiro do Achei Sudoeste.

Assembleia Legislativa da Bahia prepara queixa crime contra o prefeito de Brumado Foto: Lay Amorim/Achei Sudoeste

O deputado estadual Raimundo Ramos Andrade (PL), o Raimundinho da JR, ingressou na justiça com uma queixa crime contra o prefeito de Brumado, Eduardo Lima Vasconcelos (Sem Partido), após o mesmo dizer que os deputados seriam comprados pelo governador. Em entrevista ao site Achei Sudoeste, o parlamentar chamou Vasconcelos de prefeitinho e exigiu respeito ao parlamento. “O parlamento merece respeito. Nós aqui jamais vamos ficar calados com uma situação de um prefeitinho. Ele tá achando que a Câmara dos Deputados faz parte do projeto dele. Ele tem que comprar os vereadores para administrar a cidade de Brumado. Na cidade dele ele conduz dessa forma, mas aqui não temos rabo preso com ninguém”, disparou. Andrade informou que levará o processo até as últimas consequências para fazer com que o gestor pague diante de suas declarações. “Pra mim ele é um moleque. Ele deveria medir as suas palavras. Vamos levar até as últimas consequências pra mostrar que ele tem que respeitar o parlamento. Não podemos ficar à mercê de um prefeitinho. Ele vai ter que provar e se explicar para o Estado da Bahia”, apontou. Todos os 63 parlamentares que compõem a Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) estão bastante revoltados com as declarações feitas por Eduardo. Por isso, a assembleia, conforme adiantou, irá entrar com uma ação coletiva contra o prefeito. “Não vou admitir que pessoas desqualificadas denigram a imagem dos parlamentares eleitos com o voto popular. Que o povo de Brumado dê a resposta a esse prefeitinho que não passa de um moleque agora em outubro. Ele tem que pagar por sua irresponsabilidade”, cobrou. O prefeito deve responder por calúnia, injúria e difamação.

Deputado estadual apresenta queixa crime contra prefeito de Brumado Foto: Lay Amorim/Achei Sudoeste

O deputado estadual Raimundo Ramos de Andrade (PL), o Raimundinho da JR, propôs uma queixa crime em desfavor de Eduardo Lima Vasconcelos, prefeito de Brumado, pois no dia 16 de março deste ano, durante uma entrevista, foi dito que “Me ofereceram a chance de sair deputado pelo estado. Eu falei ‘deputado da Bahia não faz nada’. Me mostra um projeto da Assembleia Legislativa do Estado da Bahia. Me mostra um que eu dou um prêmio. Nada, faz nada. São todos comprados pelo governador”. De acordo com o jornal Tribuna da Bahia, sentindo-se ofendido em sua honra, o parlamentar, através do seu Advogado Vivaldo Amaral Adães intentou a ação penal privada por Calúnia (detenção de 06 meses a 02 anos), Difamação (detenção de 03 meses a 01 ano) e Injúria (detenção de 01 mês a 06 meses), incidindo, ainda, a causa de aumento de pena, pois as ofensas foram replicadas via rede social. “É importante ressaltar que a ação visa preservar a honra de Raimundinho da JR, tendo em vista que esse é um conceito que se constrói durante toda uma vida e que pode, em virtude de apenas uma única acusação leviana, como a do atual prefeito de Brumado, ruir imediatamente, provocando resultados imensamente danosos. Daí a necessidade de se buscar a Justiça, objetivando a reparação de todas essas questões”, disse o advogado do deputado.

Deputados autorizam empréstimo de R$ 400 milhões para governo da Bahia Foto: Kauê Souza/Achei Sudoeste

Os deputados estaduais autorizaram, na terça-feira (2), um empréstimo de R$ 400 milhões para o Governo da Bahia usar na área de segurança pública. As informações são do G1. No entanto, apesar da aprovação, a falta de detalhamento na utilização do dinheiro foi questionada por ao menos quatro parlamentares. O pedido de autorização para a contratação do empréstimo foi analisado após os deputados aprovarem a criação do Fundo de Defesa dos Direitos Fundamentais do Ministério Público da Bahia (MP-BA). O deputado estadual Zé Raimundo Fontes (PT) designou o deputado Vitor Bonfim (PV) para dar o parecer oral. O parlamentar apontou que a verba pretendida será destinada à viabilização de investimentos previstos no Plano Plurianual e nos Orçamentos anuais do Estado para a área de segurança pública. Segundo Vitor Bonfim, o empréstimo tem o objetivo de “potencializar a eficiência na prestação dos serviços públicos, aumentando o nível de satisfação dos cidadãos” e reiterou o compromisso do Governo da Bahia na prestação de serviços eficazes e de qualidade à população.

Felipe Duarte garante que salas de aula da rede municipal de Guanambi sejam climatizadas Foto: WhatsApp/Achei Sudoeste

O deputado estadual Felipe Duarte (PP) alocou uma emenda parlamentar no valor de R$ 600 mil para a Secretaria de Educação de Guanambi, que colocou em execução um programa para climatização de todas as salas de aula da rede municipal de ensino. Recentemente, foram adquiridas mais 200 unidades de climatizadores, os quais, gradativamente, estão sendo instalados nas escolas da sede e dos distritos rurais. Segundo a secretária de educação, Lajucy Donato, foi contratada uma empresa especializada para refazer a estrutura elétrica em cerca de 70% das escolas e a emenda do deputado foi fundamental para acelerar a climatização das salas. Duarte destacou que Guanambi será uma das poucas cidades da Bahia com 100% das salas com ar-condicionado.

Deputado afirma que Bolsonaro será preso e condenado por tentativa de golpe de Estado Foto: Lay Amorim/Achei Sudoeste

O deputado estadual José Raimundo Fontes (PT) afirmou que tem absoluta convicção de que o ex-presidente Jair Messias Bolsonaro (PL) será condenado e consequentemente preso por ter atuado na tentativa de golpe de Estado e abolição do Estado Democrático de Direito. A declaração foi dada durante entrevista ao jornalista Vilson Nunes, da Rádio Visão FM, em Palmas de Monte Alto, na última sexta-feira (22). O parlamentar apontou que pelas provas já colhidas em investigações feitas pela Polícia Federal é possível dizer que “Bolsonaro utilizou o escudo do exército” para tramar golpe com militares. “Ele tentou utilizar das Forças Armadas, mas agora com os depoimentos que nós assistimos, o Alexandre de Moraes abriu os depoimentos e tá muito claro, a tentativa dele de envolver as Forças Armadas num golpe, e esses oficiais superiores em seus depoimentos, claramente, dirigiram-se a ele como a referência que a tentativa foi dele, isso cria portanto, a condição institucional para ele ser condenado”, manifestou o petista.

Arquivo