Achei Sudoeste


Líder da greve pede fim de bloqueios por segurança de caminhoneiros

Líder da greve pede fim de bloqueios por segurança de caminhoneiros

STF autoriza uso de força e impõe multa para liberar rodovias

STF autoriza uso de força e impõe multa para liberar rodovias

26 Mai 2018 - 09:30h

Em edição extra do Diário Oficial da União, foi publicado na noite desta sexta-feira (25) o decreto que estabelece a Garantia de Lei e da Ordem (GLO) no país, permitindo o uso das Forças Armadas em todo o país para desbloquear as estradas federais bloqueadas por protestos de caminhoneiros. A medida está válida desta a sexta e vai até o dia 4 de junho. Além da desobstrução das vias, o decreto também estabelece: remoção ou a condução de veículos que estiverem obstruindo a via pública; escolta de veículos que prestem serviços essenciais ou transportem produtos considerados essenciais; garantia de acesso a locais de produção ou distribuição de produtos considerados essenciais; e medidas de proteção para infraestrutura considerada crítica. Junto com o decreto, veio também uma portaria do governo federal autorizando a Força Nacional a acompanhar a Polícia Rodoviária Federal (PRF) nas ações para desbloquear as rodovias, pelo tempo em que as manifestações durarem.

26 Mai 2018 - 08:50h

A prefeitura de Barra da Estiva, a 139 km de Brumado, não chegou a um acordo com o Sindicato dos Servidores Municipais, na última sexta-feira (25) e os professores deflagraram greve por tempo indeterminado. Os docentes já tinham aprovado em Assembleia Geral, na última segunda-feira (21), o indicativo de greve. Uma nova rodada de negociações será realizada na próxima semana e a expectativa é que os representantes da gestão municipal e dos sindicatos cheguem a um acordo. De acordo com o jornal Tribuna do Sertão, após a reunião com a administração pública, os professores realizarão uma Assembleia Geral para deliberar sobre a proposta do poder executivo, podendo ser dada continuidade à greve ou ocorrer a sua suspensão.

26 Mai 2018 - 07:05h

O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, disse que determinou à Polícia Federal se houve a participação dos empresários como incentivadores da greve dos caminhoneiros, iniciada na segunda-feira. Essa prática é conhecida como locaute, o que configura crime. “A utilização pelos patrões, distribuidoras para manter ou ampliar margens de lucro caracteriza locaute, que, ao contrário da greve de trabalhadores que é um direito constitucional, é uma ilegalidade. Por isso pedi ao diretor da PF a abertura de inquérito para determinar se houver irregularidades”, afirmou Jungmann. Segundo ele, já há duas dezenas de empresários sob investigação. “Temos a relação de duas dezenas de empresários que estão sendo investigados, e responderão, caso se comprove o locaute, por algumas das tipificações, como atentado contra segurança de serviço de utilidade pública, atentado contra segurança do  transporte marítimo aéreo e fluvial, liberdade do trabalho e sofrimento da população brasileira e dos caminhoneiros”. De acordo com a Veja, o ministro citou números da Polícia Rodoviária Federal para dizer que já há redução da greve. “Chegamos a ter 933 obstruções de rodovias, das quais 419 foram liberadas. Temos 519 interdições em andamento, nenhuma delas é total, todas são parciais, o que aponta para a adesão crescente dos senhores caminhoneiros aos termos do acordo que foi fechado pelo palácio e pela equipe coordenada pelo ministro Eliseu Padilha”.

26 Mai 2018 - 07:00h

A decisão do presidente Michel Temer (MDB) de acionar as forças federais para desobstruir as rodovias fez a Associação Brasileira de Caminhoneiros (Abcam) recomendar que a categoria suspenda as interdições. Segundo o presidente da entidade, José da Fonseca Lopes, a os caminhoneiros já mostraram sua força para o governo. “A Abcam, preocupada com a segurança dos caminhoneiros envolvidos, vem publicamente pedir que retirem as interdições nas rodovias, mas, mantendo as manifestações de forma pacífica, sem obstrução das vias”, diz nota assinada por Fonseca. “Já mostramos a nossa força ao governo, que nos intitularam como minoria. Conseguimos parar 25 estados brasileiros com mais de 504 interdições”. Fonseca abandonou a reunião realizada na quinta-feira no Palácio do Planalto com os ministros por dizer que não concordava com os termos da negociação. O acordo anunciado após o encontro previa desconto de 10% no diesel por 30 dias, reajustes de preços a cada 30 dias – em vez da política da atual periodicidade diária – zerar alíquota da Cide, entre outros pontos. De acordo com a Veja, o líder grevista atribuiu a atual situação de caos à ‘manifestação tardia do presidente Michel Temer, que esperou cinco dias de paralisações intensas da categoria’. “Estamos desde outubro do ano passado na expectativa de sermos ouvidos pelo governo. Emitimos novo alerta no dia 14 de maio, uma semana antes de iniciarmos os protestos”. Ele criticou a forma como Temer atacou o movimento grevista. “É lamentável saber que mesmo após tanto atraso, o presidente da República preferiu ameaçar os caminhoneiros por meio do uso das forças de segurança ao invés de atender às necessidades da categoria”. Fonseca diz que não fez acordo e mantém o pedido da Abcam pela retirada do PIS/Cofins sobre o óleo diesel.

26 Mai 2018 - 06:45h

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes concedeu na sexta-feira (25) uma liminar em que autorizou o uso das forças de segurança pública para o desbloqueio de rodovias ocupadas por caminhoneiros grevistas. A liminar de Moraes atende a um pedido do governo federal. De acordo com o G1, a pedido do governo, Moraes impôs multa de R$ 100 mil por hora às entidades que atuarem nas interdições de vias, além de multa de R$ 10 mil por dia para motorista que esteja obstruindo a pista. Na ação, assinada pelo presidente Michel Temer (MDB) e pela advogada-geral da União, Grace Mendonça, o governo pede que o STF considere a greve ilegal porque, apesar de ter “compromisso democrático” com a livre manifestação, não se pode inviabilizar direitos fundamentais, como a locomoção. A Advocacia Geral da União apontou ainda risco de “caos social” em razão da falta de combustível e desabastecimento de alimentos. “Autorizo que sejam tomadas as medidas necessárias e suficientes [...] ao resguardo da ordem no entorno e, principalmente, à segurança dos pedestres, motoristas, passageiros e dos próprios participantes do movimento que porventura venham a se posicionar em locais inapropriados nas rodovias do país; bem como, para impedir, inclusive nos acostamentos, a ocupação, a obstrução ou a imposição de dificuldade à passagem de veículos em quaisquer trechos das rodovias [...] inclusive com auxílio, se entenderem imprescindível, das forças de segurança pública, conforme pleiteado”, diz o ministro na decisão. O caso ainda terá que ser julgado pelo plenário do Supremo Tribunal Federal, em data ainda não estipulada.

25 Mai 2018 - 19:00h

Nos dias 9 e 10 de junho, em comemoração ao aniversário de 141 anos da cidade de Brumado, será realizada uma festa na Praça Coronel Zeca Leite. Na grade de programação do evento, as Bandas Magnatas e Forró Aceso e o cantor Chris Pimenta se apresentam no sábado (9) e, no domingo (10), é a vez da Banda Rasta Chinela e dos cantores Edi Rossi e Fann Estourado. A festa está sendo promovida pela Prefeitura Municipal.

25 Mai 2018 - 18:30h

Na sessão legislativa desta sexta-feira (25), os vereadores brumadenses se posicionaram favoráveis à greve dos caminhoneiros, que já está no quinto dia na cidade. Diante da alta no valor dos combustíveis no país, os parlamentares destacaram a coragem da categoria em se mobilizar cobrando do governo os seus direitos. Os vereadores ainda fizeram questão de parabenizar os populares e empresários que aderiram ao movimento, doando suprimentos e auxiliando os caminhoneiros, que estão mobilizados na rótula de entroncamento da BA-262 com a BR-030.

25 Mai 2018 - 18:20h

Márcio de Oliveira Farias (PSD), ex-prefeito do município de Rio de Contas, a 78 km de Brumado, está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), no Hospital Samur, em Vitória da Conquista, com suspeita de contaminação do vírus da gripe H1N1. Familiares do ex-gestor riocontense já confirmou a informação a Rádio 88 FM. De acordo com eles, Farias sendo tratado, mas está em coma induzido. “O quadro de saúde de Márcio está estável e a enfermidade não atingiu nenhum outro órgão”, disseram. Os familiares agradeceram a solidariedade dos amigos e correligionários políticos que formam uma corrente de oração em favor da pronta recuperação do ex-prefeito de Rio de Contas.

25 Mai 2018 - 18:00h

A Cooperativa dos Produtores de Leite e Cereais de Lagoa Real (Coopllar), uma das 74 cooperativas selecionadas na primeira etapa do edital Alianças Produtivas do Projeto Bahia Produtiva, do Governo do Estado, foi destaque do programa do governador Rui Costa (PT), transmitidos nas redes sociais. A Coopllar produz leite pasteurizado, manteiga natural, queijo mussarela, queijo coalho branco, coalho com orégano, coalho com pimenta, queijo prato, parmesão, minas frescal e iogurte, nos sabores morango, ameixa, umbu e maracujá. Os produtos são comercializados em mercados dos municípios vizinhos e mercado institucional, por meio do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) e do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). Toda matéria-prima utilizada é de agricultores familiares, beneficiando cerca de 160 famílias da região.

25 Mai 2018 - 17:30h

A polícia aprendeu com um homem uma granada e uma carabina calibre 38 em Vitória da Conquista, a 132 km de Brumado. Segundo informações da Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA), policiais civis da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR) de Vitória da Conquista monitoravam uma motocicleta roubada, quando visualizaram o veículo com um homem. Na abordagem, Romário Tambory da Silva foi preso em flagrante e, na casa onde estava estacionando a moto, os policiais encontraram a granada, a carabina, além de munições, trouxas de maconha e uma balança. Em depoimento, Romário confessou ser integrante de uma quadrilha de traficantes de drogas.

25 Mai 2018 - 17:00h

Parte da frota de ônibus escolar já parou de circular no município de Brumado, que está sem combustível desde a terça-feira (22). Por telefone ao site Achei Sudoeste, a secretária municipal de educação, Edneia Ataíde, informou que, no momento, foram suspensas as linhas na comunidade rural do Tamboril, que atende a Escola Joselita Meira, porém as aulas estão sendo mantidas na localidade. A secretária adiantou que, caso o movimento de paralisação continue nos próximos dias, toda a frota de transporte escolar do município deverá parar no início da próxima semana. A situação pode provocar a suspensão das aulas nos distritos e comunidades, sendo mantidas, segundo a secretária, apenas as aulas nas unidades de ensino do distrito sede. Em nota enviada a nossa redação, a direção da empresa que presta serviços terceirizados de transporte escolar ao Município pediu desculpas antecipadas aos estudantes e professores pelos transtornos, ressaltando que a empresa não pode ser penalizada com a paralisação.

25 Mai 2018 - 16:30h

O membro da Igreja Adventista do 7º Dia, Pastor Jaldemir Batista dos Santos, usou a Tribuna Livre da Câmara Municipal de Brumado para falar sobre o projeto Impacto Esperança, desenvolvido pela igreja e que tem como objetivo principal a distribuição gratuita de literatura incentivando a leitura através de temas que buscam a valorização do ser humano. Jaldemir destacou a importância do movimento iniciado em 2006 com a distribuição do livro o Grande Conflito de forma condensada. Na ocasião, foram distribuídos 1,2 milhões de exemplares. Ele informou que, em Brumado, no dia 26 de maio, os membros da igreja entregarão à comunidade o livro “O Poder da Esperança”, que trata sobre temas atuais, como ansiedade, estresse e depressão.

25 Mai 2018 - 16:20h

O ministro da Defesa, Joaquim Silva e Luna, afirmou nesta sexta-feira (25) que as Forças Armadas atuarão de maneira “rápida” e “enérgica” para liberar as rodovias bloqueadas por caminhoneiros pelo país. Silva e Luna deu a declaração após se reunir com os comandantes de Exército, Marinha e Aeronáutica para definir a atuação dos militares. De acordo com o G1, mais cedo, nesta sexta, o presidente Michel Temer (MDB) afirmou em pronunciamento no Palácio do Planalto que havia acionado as tropas federais para liberar as estradas onde há bloqueios.

25 Mai 2018 - 16:00h

A partir da próxima de semana, a produção do leite poderá ser suspensa no município de Brumado, caso a paralisação dos caminhoneiros avance por mais tempo, conforme informação da diretoria da associação da usina de beneficiamento dos pequenos produtores de leite passada ao site Achei Sudoeste. Os associativistas declararam que, nesta sexta-feira (25), vários leiteiros ficaram impossibilitados de transportarem o leite para a usina de beneficiamento por causa da falta de combustível em seus meios de transportes. A situação tirou parte da produção do dia, levando em consideração que cada pequeno produtor coleta em média 100 litros de leite diariamente. Outro agravante foi a retenção do caminhão refrigerado que faz a entrega do leite ao programa Fome Zero nas escolas. Dessa forma, já foram suspensas as entregas dos cinco mil litros de leite semanais para as mil famílias beneficiadas com o programa nas escolas. Para não perder o leite recolhido nas propriedades rurais, alguns leiteiros estão produzindo derivados como queijo e requeijão. A previsão é de que, caso as manifestações prossigam, a usina de beneficiamento será obrigada a suspender a sua linha de produção já no início da próxima semana, o que deixará o município desabastecido do alimento.

25 Mai 2018 - 15:25h

Uma mensagem que diz que o governo pretende cortar os sinais de internet no Brasil para que os manifestantes envolvidos na paralisação de caminhoneiros não consigam se comunicar e interrompam a greve tem bombando na web. Mas ela não é verdadeira. “O governo ou a Anatel não têm a capacidade de causar uma queda ou corte no sinal de internet no Brasil. Assim, não há intenção de um corte na internet programado para hoje ou para os próximos dias”, afirma a Agência Nacional de Telecomunicações. De acordo com o G1, o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações também nega qualquer possibilidade. “É um absurdo, um boato. Não procede a informação”.

25 Mai 2018 - 15:05h

Os caminhoneiros que estão paralisados na rótula de entrocamento da BR-030 com a BA-262, no município de Brumado, se sentiram ameaçados com o pronunciamento do presidente Michel Temer (MDB), que convocou as forças de segurança a realizar o desbloqueio das rodovias. Ao contrário do que se esperava, eles reforçaram que vão manter as manifestações e agora pedem a intervenção militar das forças armadas para por fim ao atual governo. “Queremos intervenção militar já”, dizem os cartazes de protesto - a mensagem também foi escrita nos pára-brisas dos caminhões. Os caminhoneiros repudiaram a assinatura de acordo com o que foi celebrado por alguns representantes junto ao governo federal, identificando os mesmos como “sindicalistas oportunistas, que se venderam ao governo e apenas querem minar as nossas manifestações, mas aqui não tem sindicalistas desonestos, aqui tem motoristas que passam o dia a dia transportando o progresso do país e somos nós quem decidimos quando parar”, disparou o motorista Beto Motta ao site Achei Sudoeste. “Pedimos a intervenção militar para que seja feita uma faxina geral dos nossos políticos, que se corromperam. Eles são os culpados por esse caos, por isso clamamos por essa intervenção, para fazer uma faxina na nossa tão difamada e corrupta política, a vergonha nacional”, disse o caminhoneiro Gilberto Amorim. São dezenas de caminhoneiros parados no trecho brumadense, bloqueando a passagem de caminhões de carga desde a segunda-feira (21). Nesse período, os manifestantes vêm recebendo o apoio da comunidade e do empresariado local, que estão abastecendo a paralisação com água potável, alimentos, produtos de higiene e até mesmo com prestações de serviços, como cortes de cabelo e aferição de pressão arterial.

25 Mai 2018 - 14:40h

Com o avanço da paralisação nacional dos caminhoneiros, a direção do Hospital Professor Magalhães Neto em Brumado adotou medidas para manter a unidade em funcionamento atendendo a comunidade local. Em entrevista ao site Achei Sudoeste, o médico Bruno Andrade, diretor clínico e administrativo da unidade de saúde, falou sobre o estado atual do hospital brumadense. “Há estoque de insumos, porém, por não se saber por quanto tempo perdurará o bloqueio nas estradas, a direção optou por suspender e remarcar as cirurgias eletivas, bem como suspendeu, temporariamente, os atendimentos de pacientes dos municípios circunvizinhos da sua microrregião, com exceção aos casos de extrema urgência”, declarou.

Andrade reforçou que tal medida visa à manutenção do funcionamento da unidade durante o período de paralisação. O médico informou ainda que há vários caminhões que realizam a reposição de insumos do hospital retidos em diversas rodovias onde acontece o movimento dos caminhoneiros. “São medidas preventivas temporárias para não sermos surpreendidos com o zeramento dos nossos estoques, o que provocaria a suspensão total dos nossos atendimentos. Tão logo as rodovias sejam liberadas, com a normalização nos abastecimentos, retomaremos à normalidade dos nossos atendimentos”, pontuou.

25 Mai 2018 - 13:40h

O presidente Michel Temer (MDB) disse nesta sexta-feira (25) que acionou forças federais para desbloquear estradas, ocupadas por caminhoneiros em greve. Ele fez um pronunciamento no Palácio do Planalto. “Comunico que acionei as forças federais de segurança para desbloquear as estradas e estou solicitando aos senhores governadores que façam o mesmo”, disse o presidente. Segundo assessoria do Ministério da Segurança Pública, as forças federais incluem: Exército, Marinha, Aeronáutica e Polícia Rodoviária Federal (PRF). De acordo com o G1, Temer disse que tomou a decisão para evitar que a população fique sem produtos de “primeira necessidade”. “Não vamos permitir que a população fique sem gêneros de primeira necessidade. Não vamos permitir que os hospitais fiquem sem insumos para salvar vidas. Não vamos permitir que crianças sejam prejudicadas pelo fechamento de escolas. Como não vamos permitir que produtores tenham seu trabalho mais afetado”, afirmou Temer. O chefe do executivo brasileiro optou por acionar as forças federais depois de se reunir com ministros para uma “avaliação de segurança” sobre a situação no país.

25 Mai 2018 - 13:20h

Um grupo de caminhoneiros bloqueou parcialmente a rodovia BR-030 na altura do km 234, em Guanambi, a 141 km de Brumado, no final da manhã desta sexta-feira (25), nos dois sentidos. Os motoristas de caminhão usaram os veículos e pneus. Apenas caminhões estão sendo bloqueados. Motos, carros de passeio, ônibus e caminhões com cargas perecíveis ou de água estão sendo liberados, segundo o Jornal Folha do Vale. Segundo apurou o site Achei Sudoeste, o trecho da BR-430, entre Caetité e Igaporã também foi bloqueado. Em Igaporã, as aulas foram suspensas pela secretaria de educação do município, devido a falta de abastecimento nos veículos de transporte de alunos e professores.

Os manifestantes ainda solicitam uma intervenção militar. O protesto em Guanambi acontece em sincronia com as manifestações que ocorrem em todo o país. Os caminhoneiros protestam contra a disparada do preço do diesel que faz parte da política de preços da Petrobras, em vigor desde julho. Entretanto, a Petrobras anunciou nesta quarta que o preço do diesel deve cair 1,54% nas refinarias.

25 Mai 2018 - 12:00h

Por conta do bloqueio nas principais rodovias de escoamento do Brasil, alguns itens da cesta básica podem começar a faltar a partir da próxima semana em algumas regiões. No município de Brumado, o setor de hortifruti pode ser o primeiro a sentir os efeitos da paralisação nacional dos caminhoneiros. Por telefone ao site Achei Sudoeste, Manoel Gonçalves, coordenador do Mercado Municipal, onde se encontra a feira livre e o maior ponto de revenda de frutas, hortaliças e verduras, declarou que o setor foi recentemente abastecido e, por isso, a feira desta semana está garantida. No entanto, com a continuidade da paralisação, há o risco considerável de o município não receber mais os produtos do setor na próxima semana, o que deixará a feira e, possivelmente, os supermercados desabastecidos na cidade. O coordenador relatou que, nesta quinta-feira (24), um caminhoneiro que transportava hortaliças com destino à cidade de Vitória da Conquista preferiu não arriscar continuar a viagem temendo ficar com a carga retida na rodovia. Dessa forma, ele doou toda a carga a pessoas que passavam pela área de transbordo do mercado brumadense. Nossa reportagem também ouviu a frente do movimento grevista, que ressaltou que não há previsão para a suspensão dos protestos e que, a depender do tempo de mobilização, todos os setores, inclusive serviços públicos e emergenciais, poderão ser afetados, agravando ainda mais os transtornos diante da crise atual provocada pela superelevação dos preços dos combustíveis.