Achei Sudoeste

BUSCA PELA CATEGORIA "Tanhaçu"

14 Fev 2019 - 08:00h

O prefeito da cidade de Tanhaçu, Jorge Teixeira da Rocha (DEM), o Dr. Jorge, foi multado em R$ 12 mil pelo Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia (TCM-BA). Segundo informou o órgão ao site Achei Sudoeste, por quatro votos a dois, a corte ainda aprovou com ressalvas as contas da Prefeitura de Tanhaçu, relativas ao exercício de 2017. A decisão foi proferida na sessão desta quarta-feira (13). O prefeito também foi punido, pelo voto da maioria dos conselheiros, com outra multa, no valor correspondente a 30% dos seus subsídios anuais por não ter reduzido os gastos com pessoal. O conselheiro Paolo Marconi apresentou voto divergente, opinando pela rejeição das contas e – por sugestão do Ministério Público de Contas – envio do parecer ao Ministério Público Estadual, para que seja apurada a prática de ato de improbidade administrativa diante das irregularidades encontradas em processos licitatórios. O voto divergente foi acompanhando apenas pelo conselheiro Fernando Vita. Os demais – conselheiros José Alfredo Dias, Raimundo Moreira e Mário Negromonte – seguiram o voto do relator, por entender que as irregularidades não eram graves os suficientes para justificar a punição com a rejeição das contas. O Ministério Público de Contas, em seu parecer, destacou que o comprovante de publicidade do pregão presencial nº 002/2017, realizado para prestação de serviço de transporte escolar, no montante de R$3.205.000,00, e do pregão presencial nº 005/2017, que teve por objeto a locação de veículos, ao custo total de R$2.675.000,00, foram apresentados de foram ilegível, o que inviabilizou o exame da documentação. A publicação teria ocorrida apenas no Diário Oficial do Município, ferindo o princípio da transparência e ampla publicidade, não sendo aceita pelo MPC. O relator, conselheiro Plínio Carneiro Filho, considerou a irregularidade para majorar o valor da multa aplicada ao gestor. Sobre as obrigações constitucionais e legais o prefeito cumpriu todos os índices exigidos. Na manutenção e desenvolvimento do ensino foram investidos 26,96% da receita resultante de impostos, compreendida a proveniente de transferências, cumprindo o mínimo de 25%. Já nas ações e serviços públicos de saúde o investimento foi de 21,53% dos impostos e transferências, superando, portanto, o mínimo de 15%. E, na remuneração dos profissionais do magistério foi aplicado 72,34% dos recursos do Fundeb, atendendo o mínimo de 60%. Cabe recurso da decisão.

29 Jan 2019 - 15:00h

Em nota enviada ao site Achei Sudoeste, a Embasa respondeu as alegações dos moradores de cidade de Tanhaçu, a 74 km de Brumado, quanto ao aumento abusivo nas contas de água com vencimento para o mês de fevereiro, bem como quanto à interrupção do serviço. Segundo a empresa, o sistema de abastecimento do município está operando normalmente e não há registros de interrupções no fornecimento de água. Os moradores que constatarem aumento nas contas devem procurar o escritório local da empresa para solicitar abertura do procedimento de revisão. “Devido ao período de estiagem que afetou o abastecimento na cidade, reduzindo a oferta de água, as contas eram cobradas, por decisão judicial, desde fevereiro de 2015, de maneira excepcional, pela tarifa mínima, independentemente do consumo. No entanto, com a retomada da regularidade no abastecimento, a partir de dezembro de 2018, as contas voltaram a ser emitidas pelo volume de água consumido e registrado pelo hidrômetro do imóvel”, destacou, na nota. A Embasa ainda ressaltou que os usuários foram comunicados sobre o retorno da medida, cuja divulgação ocorreu em toda a cidade e em informe entregue diretamente nos imóveis.

29 Jan 2019 - 08:00h

Moradores da cidade de Tanhaçu, a 74 km de Brumado, estão revoltados com os preços abusivos cobrados pela Embasa nas contas do mês de fevereiro. Apesar da decisão judicial que determina a cobrança da taxa mínima pela empresa enquanto não regularizar o fornecimento de água, a Embasa enviou contas com valores extremamente altos. Residências que antes da medida liminar pagavam em torno de R$ 35 receberam contas de R$ 600. Em alguns casos, as contas chegam ao valor de R$ 3 mil. Segundo o Informe Tanhaçu, alguns moradores procuraram a Embasa e foram informados que não existe possibilidade de redução nas contas. Eles estão se mobilizando a fim de acionar o Ministério Público em busca de uma solução para o caso.

22 Jan 2019 - 17:00h

Apesar do pedido feito pelo Estado da Bahia, o Tribunal de Justiça (TJ-BA) decidiu manter a interdição da carceragem da Delegacia Territorial (DT) de Tanhaçu, no interior baiano. Assinada pelo presidente da corte, o desembargador Gesivaldo Britto, a decisão foi publicada no Diário de Justiça dessa segunda-feira (21). A interdição do espaço foi pedida pelo Ministério Público Estadual (MP-BA), sob a justificativa de que as condições de salubridade e segurança do local eram “péssimas”. O objetivo era garantir a transferência dos presos para outras unidades prisionais e a realização de reforma na prisão. O Estado, por sua vez, argumentou que já existe uma política pública do sistema carcerário sendo executada pela Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap). Uma das ações citadas é a inauguração do Presídio de Eunápolis, que deve promover novas vagas em “locais que possibilitem a ressocialização”. Além disso, o governo estadual alega que a liminar concedida pela Comarca de Tanhaçu colocou esse planejamento em risco, “interferindo na política de segurança pública e orçamentária”. Mas os argumentos não foram acatados pelo desembargador, que entendeu que a liminar não provocou lesão grave à ordem e à economia públicas. “(...) Diferentemente de incidentes de suspensão anteriormente deferidos com temática similar, neste, a lesão grave não restou demonstrada. Isto porque, o juízo a quo consignou na decisão hostilizada que a remoção dos presos provisórios deverá ser feita para o Conjunto Penal de Vitória da Conquista, enquanto que as presas provisórias deverão ser removidas para o Conjunto Penal Advogado Nilton Gonçalves, em observância ao disposto no Anexo I do Provimento nº 07/2010 da CGJ, alterado pelo Provimento nº 03/2016 da CGJ. Assim, verifica-se que o julgador de piso, além de atentar para melhoria das condições de segurança da unidade prisional de Tanhaçu, observou a necessária gestão das vagas, evitando, assim, a criação de novos quadros de superlotação e dificuldades de gestão do sistema, de modo que não se vislumbra a alegada lesão à ordem e segurança públicas”, justificou o desembargador. Britto pontua ainda que, desde 2006, o Ministério Público aponta os problemas da cadeia de Tanhaçu, portanto, a interdição feita no ano passado não deveria surpreender o governo estadual. Todos os presos da unidade foram transferidos para a 20ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Brumado). Enquanto isso, as quatro celas da DT de Tanhaçu permanecem interditadas, aguardando a realização de reparos na grade que dá acesso ao banho de sol. As informações são do Bahia Notícias.

16 Jan 2019 - 09:00h

De acordo com portaria publicada no Diário Oficial da União (DOU), nesta terça-feira (15), a situação de emergência no município de Tanhaçu, a 74 km de Brumado, foi reconhecida pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil. A decisão é decorrente dos estragos causados pelas enxurradas na cidade. Em julho, o governo do estado já havia reconhecido a situação de Tanhaçu por conta da estiagem.

26 Dez 2018 - 17:00h

Um homem de 37 anos morreu depois de levar um soco na boca. O caso aconteceu próximo ao distrito de Sussuarana, no município de Tanhaçu, a 74 km de Brumado, na noite desta terça-feira (25). A vítima residia na Fazenda Valoroso. segundo informações obtidas pelo site Achei Sudoeste, o agressor ainda não foi identificado. Anselmo Benedito dos Santos foi socorrido pelo cunhado, que acionou o Samu 192. No local, os socorristas apenas constataram que a vítima já tinha ido a óbito. O Departamento de Polícia Técnica (DPT) realizou o levantamento cadavérico. O corpo foi removido para o Instituto Médico Legal (IML) de Brumado.

26 Dez 2018 - 16:00h

Em radiopatrulhamento pelo município de Barra Estiva, uma guarnição da Caesg recebeu informações de que um indivíduo, conhecido como Pardal, estava escondido em uma casa na Rua Limoeiro, no Bairro do Campo, em Tanhaçu, a 74 km de Brumado. Ele é acusado de roubo de carga de eletrodomésticos na cidade de Vitória da Conquista e prática de roubos e tráfico de drogas. No local, o indivíduo conseguiu fugir com a chegada dos policiais, adentrando um matagal. Mesmo após incessantes buscas, o mesmo não foi localizado pela guarnição. Na residência, a companheira de Pardal autorizou a entrada dos policiais, que localizaram no quarto do casal 30 petecas de substância análoga à maconha, vários saquinhos plásticos utilizados na embalagem de entorpecentes, além de objetos e eletroeletrônicos de procedência não declarada. A mulher foi conduzida à delegacia de Brumado, juntamente com todo material, onde foi autuada em flagrante por tráfico de drogas.

05 Dez 2018 - 11:00h

Uma boa chuva foi registrada na sede da cidade de Tanhaçu, a 74 km de Brumado, neste final de semana. Em entrevista ao site Achei Sudoeste, o Secretário Municipal de Agricultura, Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Everlando Rodrigues, disse que as chuvas ainda estão abaixo da média para o período e, portanto, não foram suficientes para encher as aguadas, principalmente da zona rural. “A seca continua e o município ainda está sofrendo com a crise hídrica”, disse. O secretário não soube dizer se a operação pipa foi renovada com o Exército Brasileiro, mas reiterou que a cidade como um todo sofre com o desabastecimento e os efeitos da estiagem prolongada.

05 Dez 2018 - 09:30h

O rio alagou e invadiu a BR-030, no trecho entre as cidades de Brumado e Tanhaçu, nas proximidades do Distrito de Sussuarana. Em entrevista ao site Achei Sudoeste, o Subtenente Jackson, da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), disse que o local está interditado devido às chuvas. Ele orienta que os condutores desviem do trecho, em uma localidade conhecida como Picapau. “Quem vem de Caetité, pegar via Anagé pra Sussuarana. E o pessoal de Sussuarana pegar a BA-026 direto, sentido Anagé, pra evitar aquele trecho que está interditado”, disse. O Subtenente afirmou que, a princípio, não houve registro de acidente no local e alguns motoristas aguardam a liberação do trecho para passagem. O trecho entre os municípios de Malhada e Guanambi, também na BR-030, está interditado devido às chuvas na região.

21 Nov 2018 - 10:00h

A Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab) confirmou na terça-feira (20) que a causa das mortes de 125 animais, entre bois e vacas, em uma Fazenda de Tanhaçu, a 74 km de Brumado, foi intoxicação alimentar, como era suspeitado. Segundo a Adab, os laudos comprovaram que os animais não morreram por um problema patológico, mas em função de um erro de manejo das rações, que continham grande concentração de proteicos. Como os animais tinham mudado de ração há pouco tempo, sem antes passar por um processo de adaptação, eles sofreram uma espécie de empanzinamento e morreram.

20 Nov 2018 - 09:00h

Pelo menos mais 20 animais morreram em uma fazenda da zona rural de Tanhaçu, no sudoeste da Bahia, entre os dias 16 e 18 de novembro, onde até a última quinta-feira (15), 105 cabeças de gado já haviam morrido. Com a atualização, o número de mortos chega a 125. De acordo com a Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), a intoxicação alimentar continua sendo a principal suspeita das mortes. Ainda segundo a Adab, até a manhã de sexta-feira (16), quatro animais foram periciados, e a análise comprovou a tendência da intoxicação. De acordo com a TV Sudoeste, as amostras da ração, composta por grãos de milho e caroços de algodão, foram levadas para Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) de Vitória da Conquista e encaminhadas para a Universidade de São Paulo (USP). O laudo final da causa das mortes deve sair nos próximos dias.

19 Nov 2018 - 00:00h

Em entrevista ao site Achei Sudoeste, o agrônomo Alexsandro Barreto, gerente do escritório regional da Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), no município de Brumado, declarou que os indícios apontam para uma possível infecção alimentar como causa da morte de um rebanho com cerca de 120 bezerros, na Fazenda Pica-Pau, comunidade rural do município de Tanhaçu, a 74 km da capital do minério. O agrônomo disse que, juntamente com o veterinário Clemente Fernandes, realizou a necrópsia dos animais e chegou a conclusão de que a manipulação errada da ração aponta para a causa da morte do rebanho. De acordo com o gerente da Adab brumadense, o proprietário da fazenda preparou a ração balanceada à base de milho e caroço de algodão em grande quantidade, sem acrescentar o volumoso de fibras à base de capim verde e palma, que ajuda na digestão. Dessa forma, os animais sofreram timpanismo, ficando empacados, o que provocou a morte do rebanho novo. Alexsandro afirmou ainda que foram retiradas amostras dos animais e encaminhadas, com parte da ração, para análise laboratorial. O gerente regional tranquilizou os demais criadores diante das suspeitas de uma infecção generalizada na região, uma vez que foi um caso isolado.

15 Nov 2018 - 09:45h

O desenvolvimento do projeto Escolas Culturais está abrindo as portas das escolas estaduais para as comunidades dos territórios onde estão inseridas para a realização de ações de arte e cultura. Nesta quarta-feira (14) foi assim no Colégio Estadual Antônio Carlos Magalhães, em Tanhaçu, a 74 km de Brumado. Na unidade de ensino, os estudantes protagonizaram apresentações de música, dança e audiovisual, e receberam a visita de artistas locais. As atividades voltadas para o audiovisual fizeram alusão ao Novembro Negro. Com o nome “Encontros da Cultura Negra - Cine Ceam Especial”, a iniciativa promoveu o debate de temas como negritude, ancestralidade, representatividade e empoderamento. O projeto é desenvolvido em parceria com as secretarias estaduais da Cultura (Secult), de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS) e a Casa Civil. As unidades que recebem o projeto estão sendo requalificadas para o desenvolvimento de ações pedagógicas voltadas para a dança, música, literatura, inovação, para o audiovisual e o empreendedorismo, entre outras atividades. A iniciativa potencializa as experiências artísticas e culturais já existentes nas escolas e fomenta novas ações.  

14 Nov 2018 - 12:00h

De acordo com sentença proferida pelo juiz Genivaldo Alves Guimarães, um homem de 27 anos terá de pagar fiança de R$ 50 mil pelos crimes de exercício ilegal da medicina e falsidade ideológica. Na última semana, o jovem foi preso na cidade de Tanhaçu, a 76 km de Brumado, onde exercia ilegalmente a profissão de médico no Hospital Regional. Segundo informações obtidas pelo site Achei Sudoeste, ele se formou em medicina em 2017, na Bolívia, porém não foi aprovado no Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos Expedidos por Instituições de Educação Superior Estrangeira, o Revalida. Mesmo sem poder atuar no país, o homem vinha se passando por médico na unidade de saúde. Por cada plantão, o acusado recebia R$ 1.635,00. Na ocasião da prisão, ele se apresentou com o CRM de um médico de Salvador, sendo também indiciado por falsidade ideológica.

14 Nov 2018 - 00:00h

Mais de 50 gados amanheceram mortos nesta terça-feira (13), na Fazenda Pica-Pau, comunidade rural do município de Tanhaçu que faz fronteira com a cidade de Brumado. Em entrevista ao site Achei Sudoeste, Luiz Brito, gerente regional da Adab na cidade de Barra da Estiva, declarou que as causas da morte do rebanho ainda são desconhecidas, mas existe a suspeita de intoxicação alimentar com ração a base de milho e caroço de algodão, que atingiu o gado mais novo, bezerros machos e fêmeas. “É um caso grave por não sabermos claramente o que está acontecendo. Isso tem assustado os criadores da região, mas esperamos esclarecer o caso o mais rápido possível”, disse o gerente da Adab, que contará com o apoio da regional de Brumado, tendo o veterinário Clemente Fernandes Alves à frente das investigações. Outra hipótese seria uma possível descarga elétrica natural com as chuvas dos últimos dias na região. Amostras da ração balanceada e dos animais afetados serão encaminhadas para análises de laboratório e só então é que se poderá ter uma confirmação real do que ocasionou as mortes.

12 Nov 2018 - 07:00h

O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) multou na última quarta-feira (07), o presidente da Câmara Municipal de Tanhaçu, vereador Antônio Carlos Brito (PSB), o Tõe Brito. Segundo informou o tribunal ao site Achei Sudoeste, O conselheiro Plínio Carneiro Filho, relator do parecer, determinou a multa pelas irregularidades remanescentes no relatório técnico. Apesar da punição, o TCM aprovou, com ressalvas as contas do legislativo tanhaçuense. O acompanhamento da execução orçamentária das contas foi promovido, mensalmente pela 5ª Inspetoria Regional do TCM, sediada em Vitória da Conquista, tendo, na oportunidade, apontado algumas falhas nos dados contábeis e irregularidades formais em processos licitatórios. O relatório técnico da Irce também indicou questionamentos relacionados à comprovação de disponibilidade pública das contas, ausência da certidão de regularidade profissional e não apresentação dos resultados das ações de controle interno. Cabe recurso da decisão.

03 Nov 2018 - 11:00h

Os preparativos para a construção da nova Ponte sobre o Rio de Contas, ligando o distrito de Sussuarana à sede do município de Tanhaçu, na BA-142, a 74 km de Brumado, já começaram a ser adotados pela empresa vencedora da licitação, a SVC Construções Ltda. A obra deve começar em janeiro próximo, segundo o superintendente de Infraestrutura do estado, Saulo Pontes. A construção de nova ponte é uma antiga reivindicação da região, que luta pela reconstrução da rodovia BA-142 trecho de Sussuarana ao município de Andaraí. A obra será realizada com recursos do governo baiano. De acordo com projeto, a nova ponte de 140 metros de cumprimento terá largura aumentada de 4 metros atuais para 10 metros, adequada a um fluxo de 150 veículos por dia. A obra que vai envolver quase R$ 6 milhões beneficiará diretamente 62 mil habitantes dos municípios de Tanhaçu, Ituaçu, Contendas do Sincorá e Barra da Estiva. A ponte também é a principal ligação aos municípios de Brumado, Guanambi e Vitória da Conquista.

24 Out 2018 - 17:00h

Na tarde da última segunda-feira (22), um homem de 73 anos foi preso pelo delegado da Polícia Civil Edson Santos, na Fazenda Lagoa do Mandacaru, em Tanhaçu, a 74 km de Brumado. Genésio Alípio Silva Neto é acusado de matar a esposa, Edésia Rosa Pereira Silva, de 39 anos, no ano de 1989. Na época do crime, o idoso suspeitou que a companheira o traía e a matou com várias pauladas. Em seguida, enterrou o corpo nas proximidades da residência do casal, na Fazenda Tamboril, zona rural do município. Há cerca de quatro anos, Genésio foi a júri popular. Condenado a nove anos de reclusão em regime fechado, ele recorreu da sentença, porém o recurso foi negado e o mesmo teve a prisão decretada. O idoso estava foragido da justiça desde então.

10 Out 2018 - 10:00h

Em seu quarto mandato, o prefeito da cidade de Tanhaçu, Jorge Teixeira da Rocha (DEM), o Dr. Jorge, teve uma votação abaixo do que era esperado nessas eleições. Nos últimos anos, o gestor, que se auto intitula “o maior líder político da história de Tanhaçu”, tem visto o seu poder de voto diminuir consideravelmente. Segundo apurou o site Achei Sudoeste, Teixeira perdeu duas eleições para João Francisco Santos (PT) (2008 e 2012), considerado o seu maior adversário na cidade, retornando ao executivo municipal em 2016. Neste pleito, contudo, João Francisco ficou de fora da disputa por estar no exercício do segundo mandato consecutivo. O líder político, que, no passado, chegou a transferir aos deputados por ele apoiados cerca de 44% dos votos válidos do município, nesta eleição fez a mais baixa transferência de votos por um prefeito da história de Tanhaçu. Diante do cenário, o gestor saiu enfraquecido das eleições 2018.

05 Out 2018 - 10:40h

A Comissão Tanhaçu Pede Socorro esteve, juntamente com a população, em frente à sede da Embasa em protesto contra a precariedade do serviço prestado pela empresa na cidade. Segundo apurou o site Achei Sudoeste, populares disseram que estão comprando água por conta da situação, considerada uma total falta de respeito e um descaso com o povo. Há mais de 10 anos, a cidade convive com o problema da falta d'água. Aos gritos de “queremos água”, a população mostrou toda a sua indignação, haja vista que, conforme informaram, as contas sempre chegam com altos custos, mas o serviço não corresponde ao valor cobrado.

Além da falta do líquido, eles relataram que a água que chega às torneiras das residências não é tratada e, em época de seca, a qualidade é ainda pior. “Pagamos por um serviço que não temos. A Embasa não oferece água tratada para população. Já tem um mês que estou comprando água”, destacou uma moradora. A população cobra que medidas urgentes sejam tomadas a fim de contornar a problemática e espera uma resposta do gerente regional diante dos inúmeros protestos. “Não aguentamos mais esse descaso. Chega! Se pagamos, temos o direito de ter água de qualidade”, reivindicaram.