Brumado: Protetores dos animais estimam que mais de 120 urubus tenham morrido contaminados

09 Set 2016 - 10:00h

Em contato com a redação do site Brumado Notícias, um membro da Associação dos Protetores dos Animais de Brumado, comentou que o grupo fez uma estimativa de que mais de 120 urubus morreram contaminados após terem ingerido cães envenenados na região entre os Bairros Maria de Lourdes, Santa Tereza e São José. Ele considerou que o envenenamento dos cães já é um crime brutal que vitimou animais inocentes, mas o caso ganhou uma proporção maior ao atingir o equilíbrio ecológico e a fauna local. O protetor dos animais disse ainda que o crime é passível de multa, pois atingiu também aves silvestres. O órgão ainda não conseguiu identificar o autor do crime. “Para alguns pode parecer inexpressivo a morte desses urubus, mas eles são de fundamental importância para o nosso equilíbrio ecológico. São os garis da natureza, pois fazem a função que os demais não fazem. Seria como se os nossos garis parassem de recolher o lixo por apenas um dia, a cidade iria amanhecer empilhada de lixo. Da mesma forma, sem a atuação dos urubus, carcaça de animais mortos continuariam expostas e exalando mau cheiro no ambiente. Lamentável que quem pratica essas atrocidades com os cachorros não param para enxergar a proporção que tal ação  atingiu”, lamentou ele. Na manhã desta quinta-feira (8), a nossa equipe de reportagem retornou ao local onde foram encontrados os animais mortos e se deparou com mais aves caídas ao longo do percurso e mais um cachorro morto.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias