Programa água doce revisa dessalinizadores para melhorar oferta no interior de Brumado

29 Set 2017 - 12:00h

As treze comunidades rurais de Brumado beneficiadas com a instalação de dessalinizadores através do programa Água Doce, que faz parte dos projetos alternativos de convivência com a seca do governo federal, em parceria com o governo estadual, receberam nesta semana a visita de técnicos de campo. Magno Monteiro, Bartolomeu Mattos e Daniel Munhoz realizaram o monitoramento dos equipamentos no intuito de apresentar relatórios para contratação da empresa que fará a manutenção nos aparelhos. A equipe também avaliou as condições de logística e disponibilidade de energia, além da qualidade da água. Atualmente, comunidades rurais de vários municípios da Bahia estão sendo beneficiadas com o programa. Uauá, Juazeiro e Brumado são os municípios que mais tiveram o sistema implantado, conforme relatado ao site Achei Sudoeste pelo especialista em meio ambiente, da Secretaria Estadual de Meio Ambiente, Magno Monteiro. O técnico detalhou que os equipamentos têm capacidade para realizar em média a dessalinização de 400 litros de água por hora. Durante os dias de visita, foram desenvolvidas nas comunidades pequenas conferências de sustentabilidade ambiental, com palestras e oficinas, nas quais se procurou trabalhar a conscientização da utilização da água tratada nos dessalinizadores para o consumo humano. 

“É uma água de qualidade com os testes de comprovação, porém a dificuldade em algumas localidades está em desfazer a cultura do caminhão pipa, pois muitos moradores ainda se apegam à água do pipa como única fonte de consumo, principalmente nos períodos mais críticos da seca”, disse Bartolomeu Mattos. Os técnicos foram recepcionados na última segunda-feira (25), na Câmara de Vereadores, pela vereadora Ilka Abreu (PR). Eles usariam a tribuna livre para falar sobre o programa, porém foram impedidos por conta do adiamento da sessão devido a um incidente que provocou a suspensão de energia na região. A vereadora, que nos anos de 2013 a 2015 atuou na secretaria estadual de meio ambiente, foi bastante exaltada pela equipe técnica, que a apontou como indicadora para instalação do sistema em Brumado, Livramento de Nossa Senhora e Malhada de Pedras. Na quarta-feira (27), os técnicos fecharam o relatório que será apresentado à coordenação do programa para as aplicações das melhorias na região. Existem outras comunidades em Brumado aptas a serem atendidas pelo Programa Água Doce, podendo totalizar até 20 comunidades beneficiadas. No momento, as localidades atendidas são: Boi Morto, Capote, Gameleira, Caatinga Grande, São Sebastião, Curralinho, Burro Morto, Lagoa da Tapagem, Lagoa de Dentro, Lagoa do Cipó, Lagoa do Mourão, Laranjão.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias