Brumado: Funcionários da Shalev com salários defasados

24 Abr 2013 - 00:00h

Funcionários da Shalev Empreendimentos Ltda., que prestam serviços para a Secretaria de Educação do Estado, estão revoltados com a empresa por conta de salários defasados. “Entramos na Shalev ganhando R$ 595; mês passado nos pagaram R$ 550, e esse mês veio R$ 531. O salário que deveria aumentar abaixou e, apesar de nossa carga ser de 44 horas semanais, não recebemos nem um salário mínimo”, denunciaram os trabalhadores. Um representante da empresa esteve no município há meses e, na ocasião, garantiu o atendimento das reivindicações da categoria. No entanto, por conta dos descontos nos benefícios, a defasagem só tem aumentado. Os funcionários também reclamam que ainda têm de cobrar o pagamento dos salários, senão eles atrasam meses. “Um salário defasado que ainda temos de mendigar por ele”, afirmaram os funcionários, alegando que alguns deixaram inclusive de receber o salário família. A empresa ainda descontaria R$ 38 do vale alimentação e mais 50% do vale transporte. Segundo a categoria, o Direc 19 já se pronunciou sobre o caso declarando que não pode intervir por se tratar de uma empresa terceirizada. A nossa reportagem tentou contato por telefone com a Shalev, mas até a publicação desta nota não obtivemos êxito. 

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias