Obras de readequação do novo canil de Brumado chegam à reta final

27 Jun 2018 - 08:00h

Na visão mais otimista do encarregado que está executando as obras de readequação, o canil de Brumado deve ser concluído na próxima semana. O local foi construído e inaugurado em 2016, na gestão do então prefeito Aguiberto Lima Dias (PDT), porém a Organização Não Governamental - ONG que se dispôs a cuidar dos animais recolhidos das ruas reprovou a obra, alegando que as instalações fugiram do padrão do projeto apresentado e, dessa forma, não atendem a demanda de serviços, tratamento e acolhimento dos animais. Tão logo a atual gestão tomou posse, a equipe de governo avaliou que o local, muito distante, dificultava a logística para as instalações de água e energia, enquanto que a ONG apontava a dificuldade de deslocamento para chegar ao novo canil, construído à margem da BR-030, próximo à fábrica de cimento, sentido Brumado/Tanhaçu. Porém, por se tratar de verba pública, o Ministério Público Estadual (MPE) foi provocado e interveio, obrigando as partes a assinarem um termo de conduta em que o Município teve de readequar o espaço e a ONG prestará os devidos cuidados aos animais recolhidos.

O site Achei Sudoeste esteve no local e registrou que a prefeitura já realizou a instalação de água e energia e está construindo os pátios em frente às alas onde os animais ficarão retidos. O Município de Brumado vem atravessando uma problemática com o número cada vez maior de animais soltos nas ruas, principalmente cachorros, gatos e equinos. Só em uma residência alugada pela ONG que cuida dos animais retirados das ruas há mais de 60 cães e gatos, na sua maioria, rejeitados por seus antigos donos. Existem denúncias de que boa parte da população canina de rua hoje, em Brumado, é de municípios vizinhos, despejados na cidade.

Comentários

Aliane Aguiar

"Parabéns ao Prefeito! Excelente trabalho de consciência e solidariedade a causa animal. Que sirva de exemplo a outras cidades, como a minha, que ao invés de fazer como o prefeito de Brumado, recolheu animais doentes e sadios, cadelas prenhas e no cio e colocou todos juntos em um galpão e ainda colocou a culpa na Ong APA da cidade de reclamar de sua ridícula ação , despejando os animais no popularmente conhecido "pinicão" da cidade. "

Deixar comentário

Comentário

mais notícias