Brumado: Prefeito crítica e revoga decreto de seu antecessor sobre logradouros às margens das rodovias

08 Nov 2018 - 11:00h

Nesta semana, foi publicado no Diário Oficial do Município a revogação de um decreto, publicado na gestão do prefeito Aguiberto Lima Dias (PDT), em 2012, o qual autorizava a construção de logradouros às margens das rodovias em Brumado. O prefeito Eduardo Vasconcelos (PSB) destacou ao site Achei Sudoeste que o decreto era inconstitucional. “Era um decreto municipal se arvorando a modificar o que era estabelecido por lei estadual e federal”, disse. Para Vasconcelos, o alinhamento dos imóveis na saída para as cidades de Caetité, Livramento de Nossa Senhora e Vitória da Conquista não obedeceu a lei e, hoje, é a população que paga o preço. O prefeito ainda criticou os gestores anteriores que permitiram que as pessoas alinhassem os seu imóveis pela garagem da Novo Horizonte, tomando o espaço da avenida, na BA-262, e causando prejuízo à mobilidade urbana. “A saída para Vitória da Conquista ficou prejudicada. Não tem nem cabimento comparar essa saída com a saída para Caetité”, avaliou. Nesta última, o prefeito salientou que foram levados em conta aspectos como amplitude, largura da rua e acessibilidade. “O decreto vinha legitimar o errado, as propriedades que invadiram o que é de todos. Não podemos permitir uma coisa absurda dessas”, reiterou.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias