Procura por vacinas contra hepatite A, HPV, meningite e paralisia infantil tem queda na Bahia

15 Mar 2019 - 10:30h

O percentual de pessoas que procuram unidades de saúde para se imunizar contra doenças diversas vem caindo nos últimos anos na Bahia, conforme levantamento da Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), divulgado nesta quinta-feira (14). Contra o HPV, por exemplo, o número de meninas vacinadas não chega a 18%. Além disso, das pessoas que precisam ser imunizadas contra a hepatite A, quase metade ainda não procurou postos de vacinação. De acordo com o G1, a queda na procura por vacinação em todo o estado vem ocorrendo desde 2016. A procura pela vacina tríplice viral, por exemplo, caiu mais de 20% nos últimos dois anos. Em 2017, 81% do público-alvo foi imunizados. Já em 2018, apenas 60% se vacinaram. Contra a hepatite A, 74% se vacinaram em 2017. Já em 2018, somente 54% se imunizaram. A taxa de imunização contra pneumonia caiu de 81% (em 2017) para 63% (em 2018). A da meningite caiu de 77% (em 2017) para 58% (em 2018). Contra a paralisia infantil, a redução foi de 16% — em 2017, 74% se vacinaram, enquanto em 2018 apenas 58% procuraram os postos para se imunizar. Contra o rotavírus, em 2017, 71% se vacinaram. Já em 2018, a taxa de vacinação de apenas 59%. A vacinação contra o Papilomavírus Humano (HPV), por sua vez, atingiu até agora apenas 17% das meninas e 9% dos meninos.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias