Brumado: Acidentes de trânsito deixam sequelas nas vítimas, no SUS e na previdência, aponta juiz

15 Mai 2019 - 11:00h

Presente na abertura do Maio Amarelo em Brumado, o juiz da comarca local Genivaldo Alves Guimarães ressaltou a importância da adesão da Superintendência Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT) à campanha para conscientização e redução do número de acidentes de trânsito. Em entrevista ao site Achei Sudoeste, o magistrado afirmou que a Organização Mundial de Saúde (OMS) contabilizou em 2009 cerca de 1,3 milhão de mortes por acidente de trânsito em 178 países. “Cerca de 50 milhões de pessoas sobreviveram com sequelas. Então, são aproximadamente 3 mil vidas perdidas por dia nas estradas, ruas e etc. Por isso, destaco a adesão da SMTT ao movimento”, reiterou. Além das perdas e das sequelas, de acordo com o juiz, indiretamente, todo povo sofre devido ao consumo de recursos públicos. “Sabemos que as pessoas envolvidas em acidentes, em regra, ficam inválidas e impossibilitadas de trabalhar. Com isso, se socorrem da previdência social, que é custeada por todos nós contribuintes. Também temos a questão das pessoas hospitalizadas e a saúde também é custeada por todos nós”, declarou.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias