Transplante devolve movimentos de braços e mãos a tetraplégicos

06 Jul 2019 - 06:40h

Pesquisadores australianos desenvolveram uma técnica de transplante capaz de devolver os movimentos dos braços e das mãos a pacientes tetraplégicos. A mão não se mexia durante anos e agora traz a independência de volta. Já dá para beber água sozinho, mexer em dinheiro, usar aparelho eletrônicos e escovar os dentes. De acordo com o Jornal Nacional, o paciente é um dos voluntários de uma cirurgia pioneira: os cientistas reconectaram nervos para tratar de lesões na coluna cervical. Para a técnica dar certo, o paciente precisa ter um músculo funcionando acima da lesão. Os médicos transplantam um nervo desse músculo para a área paralisada. As fibras nervosas fazem uma espécie de ponte passando por cima da lesão. Os nervos se ramificam, reativam o músculo inerte e, às vezes, outros. Pacientes tetraplégicos voltaram a ter o movimento das mãos e cotovelos. A pesquisadora-chefe explicou que o músculo que perdeu o nervo transplantado é dispensável porque há outros que fazem a mesma função. Ela contou que é um movimento simples, mas que faz toda a diferença. Uma das grandes diferenças entre a gente e os outros primatas é a nossa capacidade de pinçar os polegares com os outros dedos e essa habilidade foi fundamental para o processo evolutivo porque ela ajudou a raça humana a manipular objetos com mais precisão. Então, para esses pacientes, recuperar esses movimentos foi um avanço gigantesco.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias