Brumado: Além do estresse da função, também somos assediados no setor, diz agente da SMTT

18 Nov 2019 - 12:00h

Em entrevista ao site Achei Sudoeste, o agente de trânsito da Superintendência Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT), Tony Pereira da Silva, denunciou que a categoria tem sofrido assédio e perseguição no trabalho. “Os últimos áudios vazados relatam o que acontece dentro da prefeitura e deixam bem claro o sofrimento psicológico que os agentes de trânsito estão passando”, afirmou. Por conta do tratamento no exercício da função, Tony citou que um colega está fazendo acompanhamento psiquiátrico e tomando remédio controlado a fim de suportar a pressão diária no trabalho. “Outros agentes também estão tendo auxílio psicológico porque a pressão é muito grande. Isso reflete no trabalho do agente de trânsito na via”, avaliou. Para Tony, a própria natureza fiscalizatória do trabalho do agente já é estressante, tendo em vista as constantes ameaças sofridas na via pública. Isso, segundo ele, somado à pressão administrativa, tem impactado negativamente na saúde do servidor.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixar comentário

Comentário