Lixão pode atrapalhar obras do presídio em Brumado

31 Mar 2014 - 10:20h

No início da noite do último sábado (29), moradores da comunidade da Lagoa Funda, a margem da BA-148, em Brumado, realizaram um protesto bloqueando a pista com uma barreira de pneus em chamas, o que causou um grande engarrafamento no trecho. A manifestação visa impedir as obras de construção do presídio na localidade. O protesto durou pouco tempo, pois a Polícia Rodoviária Estadual (PRE) interveio e desbloqueou a passagem. Após o episódio, surgiram rumores de que as obras podem ser transferidas para outra localidade. O site Brumado Notícias conversou com o engenheiro responsável pela construção e o mesmo destacou que a manifestação popular não está sendo problema para a realização do empreendimento. Para ele, dificuldade maior é um antigo lixão que há no local, o qual compromete 20% da área a ser construída. 

Já o secretário municipal de Infraestrutura, André Cardoso, destacou que o local é o único no município que oferece logística para atender a demanda da obra e o funcionamento do presídio. O município está estudando a possibilidade de remover o lixão para outra área, no intuito de viabilizar o terreno para a construção. O secretário disse ainda que tudo será definido ainda na manhã desta segunda-feira (31), em uma reunião com o prefeito e a empresa responsável pela obra. “Tudo sendo acertado com o prefeito na reunião, já no período da tarde de hoje, as máquinas começarão a fazer a limpeza do terreno”, disse.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias